Advogado e família pedem que Ryan seja solto

Mãe do jovem deposita esperanças para que ele responsa em liberdade e comprove sua inocência

Por O Dia

A família e a defesa de Ryan Dias, de 18 anos, preso no dia 4 por suspeita de tráfico de drogas, depositam todas as esperanças na liberdade provisória do jovem. O pedido foi feito na última sexta-feira pelo advogado do rapaz, Melquizedequi Ramos da Silva, à 14ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. Por ordem do juiz Marcelo de Sá Baptista, os autos foram enviados ao Ministério Público, que ainda vai se manifestar sobre a solicitação.

A prisão de Ryan ocorreu na comunidade do Dique, em Jardim América, Zona Norte do Rio, durante uma operação da PM. Enquanto a polícia sustenta a versão de que o jovem estava com drogas na mochila, amigos e familiares de Ryan dizem que ele foi preso injustamente. 

"Tem mais de uma semana, já (que ele está preso)... Mas estou com esperança", diz Glauci Barcellos, mãe do jovem, lembrando que recentemente ele se apresentou às Forças Armadas e sonhava se tornar paraquedista.

A defesa de Ryan aposta na "reputação ilibada" do rapaz e também nas provas documentais sobre a vida pregressa dele, para uma possível manifestação favorável do MP. "Ele não tem nenhuma passagem pela polícia. É uma pessoa cumpridora de suas obrigações cívicas e militares", declarou o advogado, lembrando que Ryan está alistado nas Forças Armadas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro