Polícia Civil faz operação para prender suspeito de ter atacado produtora do Porta dos Fundos

Condomínio onde está a sede da produtora foi atingido por coquetéis molotov na véspera de Natal. Grupo autointitulado 'Comando de Insurgência Popular Nacionalista' assumiu autoria

Por O Dia

Sede da produtora do Porta dos Fundos
Sede da produtora do Porta dos Fundos -
Rio - Policiais civis da 10ª DP (Botafogo) realizam uma operação, na manhã desta terça-feira, para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra um dos suspeitos de ter atacado a produtora do Porta dos Fundos. O crime aconteceu na véspera do Natal, na última terça-feira, quando quatro homens atiraram coquetéis molotov no condomínio, que fica no Humaitá, na Zona Sul do Rio.
Até o momento, a Polícia Civil já aprendeu dinheiro, uma arma falsa, munição, computadores e uma camisa de entidade filosófico-política. O suspeito identificado pela polícia continua sendo procurado.
A autoria do ataque foi reivindicada no dia seguinte por um grupo autointitulado "Comando de Insurgência Popular Nacionalista". Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais, três pessoas encapuzadas lançaram um comunicado assumindo o crime.
"Reivindicamos a ação direta revolucionária que busca justificar os anseios de todo povo brasileiro contra a atitude blasfema, burguesa e antipatriótica que o grupo de militantes marxistas culturais Porta dos Fundos tomou quando produziu o seu Especial de Natal a mando da corporação bilionária Netflix, deixando claro para todo o povo brasileiro mais uma vez, como o grande capital anda de mãos dadas com os ditos socialistas", anunciaram.
Na ocasião, o incêndio provocado pelos coquetéis foi controlado por seguranças que estavam no local e ninguém ficou ferido.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Sede da produtora do Porta dos Fundos Cléber Mendes
Sede da produtora do Porta dos Fundos Cléber Mendes
Grupo integralista divulgou vídeo assumindo autoria de ataque à sede do Porta dos Fundos Reprodução / Internet
Ataque aconteceu na madrugada desta terça-feira Reprodução / TV Globo
Especial de Natal do Porta dos Fundos provocou uma série de ações judiciais para que o conteúdo fosse removido da Netflix Divulgação

Comentários