Temporal causa estragos e Rio segue em estágio de atenção

Previsão para esta terça-feira é de chuva de fraca a moderada

Por O Dia

Bolsão d'água na Estrada da Pedra (Curral Falso), na altura da Avenida Cesário de Melo, em Santa Cruz
Bolsão d'água na Estrada da Pedra (Curral Falso), na altura da Avenida Cesário de Melo, em Santa Cruz -
Rio - A chuva que caiu no Rio da tarde de ontem à madrugada desta terça-feira causou diversos alagamentos pela cidade. De bolsões d'água, queda de árvores e deslizamentos, houve mais de 100 ocorrências. O município está em estágio de atenção desde às 15h20 desta segunda e há previsão de chuva de fraca a moderada para hoje.
O estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências já impactam o município, afetando a rotina de parte da população. Antes, a cidade estava em estágio de mobilização.
O tempo está instável no Rio por causa da passagem de uma frente fria, com a vinda de umidade do oceano para o continente. Para esta terça, a previsão é que o dia fique com o céu encoberto e há previsão de chuva fraca a moderada isolada a qualquer momento, podendo ser forte em curtos períodos de tempo.
Os ventos estarão moderados, ocasionalmente fortes, e as temperaturas irão variar entre a mínima de 19°C e a máxima de 28°C; veja previsão para os próximos dias:
. TERÇA-FEIRA: Mínima: 19ºC Máxima: 28ºC (chuva fraca a moderada)
. QUARTA-FEIRA: Mínima: 19º Máxima: 29ºC (chuva fraca a moderada)
. QUINTA-FEIRA: Mínima: 20ºC Máxima: 31ºC (chuva moderada a forte)
. SEXTA-FEIRA: Mínima: 19ºC Máxima: 32ºC (chuva fraca a moderada)
. SÁBADO: Mínima: 20ºC Máxima: 34ºC (sem chuva)
Bolsão d'água na Avenida Presidente Vargas, na altura da da Cidade Nova, sentido Rodoviária, no Centro - Divulgação / COR
De acordo com o sistema Alerta Rio, as áreas onde mais choveu desde ontem ficam na Zona Sul e no entorno do Maciço da Tijuca. A Rocinha foi o lugar com a maior concentração de água e teve as sete sirenes de aviso de chuva forte acionadas às 1h.
Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), por volta das 11h, os alertas continuavam ligados por causa da situação de risco da área.
"Todos os três pontos de apoio da Rocinha estão funcionando e abertos. Técnicos da Defesa Civil se encontram na comunidade para atendimento das demandas e orientação dos moradores", a secretaria disse, em nota.
Na Mangueira e no Parque Candelária (São Cristóvão), as sirenes foram ativadas entre 19h16 e 23h; veja onde mais choveu e o acumulado nas últimas 24 horas (11h35):
. ROCINHA: 141 mm

. ALTO DA BOA VISTA: 133,4 mm

. JARDIM BOTÂNICO: 126,8 mm
. ILHA DO GOVERNADOR: 110,6 mm
. BARRINHA: 105,6 mm
. VIDIGAL: 105,2 mm
. COPACABANA: 105 mm
Queda de estrutura na Avenida Francisco Bicalho - Divulgação / COR
De acordo com o Centro de Operações (COR), desde o início da chuva, nesta segunda, até as 5h de hoje, foram registrados cerca de 90 bolsões d'água. Quatro deles estavam com ocorrência em andamento às 11h:
. CENTRO: Avenida Presidente Vargas (pista lateral), altura do Cass, sentido rodoviária
. SANTA CRUZ: Curral Falso, altura da Avenida Cesário de Melo
. MUZEMA: Avenida Engenheiro Souza Filho
. RECREIO: Avenida Alfredo Balthazar da Silveira, altura da Glaucio Gil
Deslizamento de terra na Estrada das Furnas - Divulgação / COR
Durante o temporal, houve oito quedas de árvores e galhos. Cinco delas estavam com ocorrência em andamento às 11h:
. ITANHANGÁ: Avenida São Josemaria Escrivá, altura do nº 560
. CAMPINHO: Travessa Pinto Téles, altura da Ana Teles
. CENTRO: Avenida General Justo, saída do Túnel Marcello Alencar, sentido Aterro
. LAGOA: Rua José Joaquim Seabra, altura da Lineu de Paula Machado
. GÁVEA: Estrada da Gávea Pequena
Queda de árvore na Estrada Barra da Tijuca - Divulgação / COR
Das 14h desta segunda até às 11h de houve, a Seop, registrou cerca de 50 chamados; as principais solicitações foram:
. Infiltrações ou rachaduras em edificações
. Ameaça de desabamento de estrutura
. Deslizamento de barreira
. Desabamento de estrutura.
Oito imóveis foram interditados na Rua Bento Lisboa, no Catete, na Zona Sul, onde ocorreu desabamento de um sobrado.
Na Estrada das Furnas, houve um deslizamento de terra na altura da Estrada da Dona Castorina, que deixou uma faixa do trânsito ocupada.
Uma estrutura de ferro que fica abaixo da linha férrea da Avenida Francisco Bicalho, no sentido Cidade Nova, caiu e uma faixa teve que ser interditada para reparo.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Bolsão d'água na Estrada da Pedra (Curral Falso), na altura da Avenida Cesário de Melo, em Santa Cruz Divulgação / COR
Queda de estrutura na Avenida Francisco Bicalho Divulgação / COR
Deslizamento de terra na Estrada das Furnas Divulgação / COR
Queda de árvore na Estrada Barra da Tijuca Divulgação / COR
Queda de árvore na Estrada Barra da Tijuca Divulgação / COR
Bolsão d'água na Avenida Presidente Vargas, na altura da da Cidade Nova, sentido Rodoviária, no Centro Divulgação / COR

Comentários