Coronavírus: Rio tem primeiro dia de isolamento e restrição nos transportes

Barreiras da Polícia Militar controlam o acesso de passageiros, que só são autorizados a embarcar se fizerem parte do chamado 'setor essencial', além de pacientes em tratamento de saúde. Usuários criticam controle falho

Por O Dia

Rio tem primeiro dia de isolamento neste sábado. Estações de trens (foto) têm barreiras policiais e passageiros questionados sobre o destino
Rio tem primeiro dia de isolamento neste sábado. Estações de trens (foto) têm barreiras policiais e passageiros questionados sobre o destino -
Rio - A capital do Rio tem o primeiro dia de isolamento neste sábado. A circulação de ônibus de transporte intermunicipal de passageiros da Região Metropolitana à cidade do Rio está suspensa e serviços de passageiros, como trens e barcas operaram com restrições, impostas por decreto do Governo do Estado. Barreiras feitas pela Polícia Militar controlam o acesso de passageiros, que só são autorizados a embarcar se fizerem parte do chamado "setor essencial", além de pacientes em tratamento de saúde.

Dez estações da SuperVia estão fechadas para embarque e desembarque: Ramal Japeri (Presidente Juscelino, Olinda, Lages e Paracambi), Ramal Belford Roxo (Coelho da Rocha, Agostinho Porto e Vila Rosali) e Ramal Saracuruna (Jardim Primavera, Campos Elíseos e Corte 8). Nos Barcas foi interrompida a operação nas estações de Charitas (Niterói) e Cocotá (Ilha do Governador).

As estações que que estão em funcionamento têm barreiras policiais formadas pela Polícia Militar e só podem embarcar nos transportes trabalhadores de setores definidos como 'essenciais' e pacientes em tratamento de saúde, com um acompanhante, desde que munidos de atestado médico, agendamento ou outro documento comprobatório da condição médica.

O controle de acesso ocorre em 18 estações (14 da SuperVia, três do MetrôRio e uma da CCR Barcas). Nesses locais, a Polícia Militar realiza a triagem dos usuários, com o apoio de funcionários das concessionárias. O embarque ocorre por meio da apresentação de documento de identidade profissional, carteira de trabalho ou crachá funcional acompanhado de identidade oficial.
Reclamações da falta de controle no acesso
Passageiros usaram as redes sociais para reclamar que faltam policiais em alguns estações de trem para atender a grande demanda de passageiros, que conseguem entrar mesmo se não atenderem os critérios.
"A fiscalização de vocês está falha! Muitas pessoas passando sem mostrar documentos! Dois policiais só para muitas pessoas! Vendedores ambulantes nos trens!", criticou uma passageira. 
Outro passageiro disse que os trens estão saindo lotados. "Sou profissional da saúde, estou indo trabalhar e o trem na estação de Nilópolis estava cheio, com várias pessoas em pé.  Caramba! Estou saindo de casa para cumprir uma obrigação e tenho que me expor duplamente? Cadê a 'preocupação' com os usuários?", reclamou um passageiro, que postou uma foto no Twitter no trem cheio.  

SuperVia - O ramal Japeri circula com intervalos de 24 minutos nos horários de pico e 32 minutos nos horários de vale. A operação do ramal Vila Inhomirim deve ser realizada com uma única composição tanto nos horários de pico quanto nos horários de vale.

Barcas - A operação da linha Praça XV- Arariboia ocorre com intervalos de 30 minutos no horário de pico (das 6h às 9h e das 16h às 18h) e de uma hora nos horários de vale e dias não úteis. A operação da linha de Paquetá será realizada com intervalos de até 3 horas.


Atividades consideradas essenciais:

1 - Servidores públicos em serviço, inclusive aqueles relacionados às forças armadas, bombeiro militar, e agentes de segurança pública;

2 - Profissionais do setor de saúde em geral, inclusive individuais que prestem serviços de atendimento domiciliar, excetuando-se os serviços de natureza estética;

3 - Profissionais do setor de comércio relacionados aos gêneros alimentícios, tais quais mercados, supermercados, armazéns, hortifrutis, padarias e congêneres, farmácias drogarias e pet shops, revendedores de água e gás;

4 - Profissionais do setor de serviços tais quais transporte e logística em geral, como transportadoras, portos e aeroportos, motoristas de transporte público, correios, e congêneres, serviços de entregas, distribuidoras, fornecimento de catering, bufê e outros serviços de comida preparada, asseio e conservação, manutenção predial, empregados em edifícios e condomínios, vigilância e segurança privada, lavanderias hospitalares, veterinárias, funerárias, imprensa, serviços de telecomunicação e postos de gasolina;

5- Profissionais do setor industrial que exerçam atividades nas indústrias de alimentos, farmacêutica, material hospitalar, material médico, produtos de higiene, produtos de limpeza, ração animal, óleo e gás, serviços de apoio às operações offshore, refino, coleta de lixo, limpeza urbana e destinação de resíduos, distribuidoras de gás e energia elétrica e companhias de saneamento.

Estações com controle de acesso:

SuperVia

Ramal Japeri – Japeri, Engenheiro Pedreira, Queimados, Austin, Comendador Soares, Nova Iguaçu, Mesquita, Edson Passos e Nilópolis.

Ramal Belford Roxo - Belford Roxo e Pavuna

Ramal Saracuruna – Saracuruna, Gramacho e Duque de Caxias

Metrô

Pavuna, Engenheiro Rubens Paiva e Acari

Barcas

Arariboia

Comentários