Ministro da Saúde mantém silêncio após declaração de Bolsonaro

Por telefone, Luiz Henrique Mandetta disse: "Eu não estou falando ainda, tá? Um abraço"

Por Bernardo Costa

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta -
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, preferiu manter silêncio um dia após o polêmico pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que, na noite de terça-feira, criticou em cadeia nacional as medidas de isolamento social adotadas por estados e municípios conforme orientações das autoridades de saúde do Brasil e da Organização Mundial da Saúde (OMS). 
Ao atender telefonema do repórter de O DIA, na tarde desta quinta-feira, o ministro Mandetta foi sucinto: "Eu não estou falando ainda, tá? Um abraço", e desligou. 
O DIA mandou e-mail para a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde para saber se a orientação de isolamento social permanece para a população. Mas não obteve retorno até o momento. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Comentários