Idosos da Rocinha e do Vidigal farão quarentena em hotéis

Pacientes serão avaliados por uma equipe da SMASDH de acordo com os critérios elegíveis

Por RENAN SCHUINDT

Medida contempla moradores da Zona Sul, onde o número de infectados é maior
Medida contempla moradores da Zona Sul, onde o número de infectados é maior -
Rio - Moradores da Rocinha e Vidigal maiores de 60 anos e que estejam cadastrados como pacientes na Estratégia Saúde da Família (ESF), serão os primeiros entrevistados pelas equipes de assistência social da prefeitura para serem abrigados em hotéis durante o período de distanciamento social.
Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), nesta etapa, o programa vai atender exclusivamente moradores das favelas da Zona Sul, região da cidade que concentra o maior número de casos de covid-19. Ainda de acordo com a pasta, o idoso precisa morar em locais onde não seja possível o isolamento domiciliar, ter capacidade de autocuidado e autonomia para locomoção, realização de higiene pessoal, solicitação de alimentação e atendimento.
Os pacientes serão avaliados por uma equipe da SMASDH de acordo com os critérios elegíveis. Os nomes dos hotéis não foram divulgados. O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas que não se enquadrem no perfil determinado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).



Comentários