É preciso que o usuário se cadastre no site da operadora do serviço e escolha a forma de carregar as tags, se por cartão de débito ou crédito - Divulgação
É preciso que o usuário se cadastre no site da operadora do serviço e escolha a forma de carregar as tags, se por cartão de débito ou créditoDivulgação
Por O Dia
Os motoristas que passam pela Linha Amarela poderão retirar tags gratuitamente nas cabines de pedágio para passar pela faixa automática, sem o pagamento de taxa de adesão e isentos de mensalidade por até um ano. A iniciativa é uma das ações adotadas pela Lamsa no combate à disseminação do coronavírus.
Para utilizar os tags, é preciso que o usuário se cadastre no site da operadora do serviço e escolha a forma de pagamento para tarifas de pedágio, se por cartão de débito ou crédito. O abastecimento de créditos no tag será automático e o veículo poderá usá-lo em todo o país.
Publicidade
Iniciativa é uma das ações adotadas pela Lamsa no combate à disseminação do coronavírus - Divulgação
Com o dispositivo em funcionamento, os motoristas não precisarão passar pelas cabines de pedágio, atravessando pela faixa automática e ganhando tempo em sua viagem, sem necessidade de parar. É preciso apenas certificar-se de que o tag está validado por uma das operadoras que atendem à Lamsa. O serviço será oferecido sem fidelização. Assim, o usuário poderá cancelá-lo a qualquer momento.

Além desta medida, a Lamsa reforçou a higienização de instalações internas e externas da Linha Amarela, e oferece dispensadores de álcool em gel para para os motoristas nas cabines da praça de pedágio.