Criação de app sem custo para o estado

Por

A Secretaria de Ciência e Tecnologia do governo do estado do Rio de Janeiro disse que 'não existe e não existirá nenhuma despesa' com a criação de um aplicativo para a população com informações sobre o novo coronavírus. O desenvolvimento da ferramenta tecnológica foi publicado no dia 31 de março no Diário Oficial do Estado com o valor de R$ 10 milhões. Outros R$ 9,7 milhões foram designados, ainda segundo o órgão, para a criação de um teleatendimento que funcionará por 24 horas para informar a população sobre os cuidados com a doença. Ambos ainda não têm data para serem finalizados.

Indagada por O DIA, a pasta afirmou que não haverá gasto com criação de aplicativo. "Nenhum recurso de fato foi desembolsado pela Faperj (Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio) ou qualquer outra ação diferente do edital de R$ 30 milhões para as pesquisas relacionadas ao Covid-19. Não existe e nem existirá nenhuma despesa, nem contratação por parte do governo, de aplicativo para Covid-19", disse a secretaria. A Faperj lançou chamada para pesquisa sobre Covid-19. Podem participar instituições de ensino, startups, micro, pequenas e médias empresas.

Comentários