Escolas doam cestas básicas para as comunidades

Por

Além da confecção de máscaras, as escolas de samba, sempre em diálogo com suas comunidades, têm ajudado na oferta de cestas básicas. O Salgueiro inicia, a partir de hoje, campanha de doação de alimentos não perecíveis, material de higiene e limpeza. A agremiação da Tijuca, por meio de parceiros, já conseguiu arrecadar 230 cestas básicas de alimentos e 230 de limpeza.

"O momento é de olhar para o próximo e, na medida do possível, levar alegria e ajuda às nossas comunidades. Este é o papel fundamental das escolas de samba, o papel social. É muito gratificante poder ajudar quem está conosco, faça chuva ou sol, por amor", comentou o presidente do Salgueiro, André Vaz. O presidente da Estácio de Sá, Leziário Nascimento, faz coro à iniciativa. Na última semana, ele disponibilizou a quadra da agremiação, no Centro, para distribuição de cestas básicas.

"A responsabilidade de nossa agremiação com a comunidade é enorme pois são eles que estão ao nosso lado em todos os momentos. Já houve entrega de cestas básicas em nossa quadra e, provavelmente, faremos mais uma distribuição de insumos como sabonete, luvas e máscaras. Em momentos difíceis como esse é a nossa vez de retribuir toda a dedicação deles com a gente", disse Leziário.

Comentários