Procon estadual lança WhatsApp exclusivo para denúncias durante a pandemia

Denúncias cresceram mais de 150% por conta do coronavírus

Por O Dia

Procon estadual
Procon estadual -
Rio - O Procon Estadual, autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, vai disponibilizar a partir desta terça-feira feira, um número de celular destinado a receber denúncias pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. O novo canal de defesa ao consumidor será administrado pela ouvidoria do órgão e tem o objetivo de agilizar o recebimento das denúncias que cresceram mais de 150% por conta da pandemia de coronavírus. 
O número destinado a receber exclusivamente denúncias dos consumidores dentro do Estado do Rio de Janeiro pelo WhatsApp é o (21) 97273-1337. Não serão recebidas ligações pelo número informado. O consumidor que desejar fazer sua denúncia deve informar o estabelecimento, endereço, produto e o relato da irregularidade.
Estará disponível também o link de acesso direto ao número de WhatsApp http://www.denunciaproconrj.site  para facilitar o acesso da população que está em trabalho home office. Esse é o terceiro canal de atendimento online criado pela autarquia, que já recebe reclamações e denúncias pelo www.procononline.rj.gov.br desde 2014 e pelo aplicativo para smartphones Procon-RJ há um ano.

De acordo com o Procon, nos últimos 30 dias, a autarquia já recebeu mais de 600 denúncias e 99% delas são sobre aumento abusivo de preços e vendas irregulares, sendo o álcool gel o produto que mais gerou queixas. Máscaras, luvas, medicamentos e itens de alimentos da cesta básica também são alvo do olhar atento dos consumidores que se manifestam.

O presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho, reforça que "o WhatsApp poderá facilitar e acelerar o trabalho da fiscalização e dos analistas, que poderão receber relatos, fotos e vídeos como provas de violação rapidamente, e nesse momento melhorar ainda mais a comunicação com os consumidores".

Importante lembrar que o registro da reclamação é diferente de denúncia. Denúncias devem relatar fatos que violem as normas consumeristas suscetíveis de punição, que atingem não somente um consumidor como toda a coletividade, que resultam na ação da fiscalização ou diretamente na abertura de um processo administrativo.
Reclamações dizem respeito a alguma relação de consumo irregular que atingiu particularmente aquele consumidor que efetuou o registro da reclamação e seguirá um procedimento administrativo no Procon-RJ. No momento, para fazer reclamações os consumidores podem utilizar o aplicativo Procon-RJ e o site www.procononline.rj.gov.br.

Comentários