Carreata na Barra pede o fim da quarentena

Grupo reivindicou a quebra do isolamento social, apontado pela OMS como principal método de prevenção contra o coronavírus

Por RENAN SCHUINDT

Motoristas fazem carreata 
em protesto. Eles pedem o fim do isolamento social
Motoristas fazem carreata em protesto. Eles pedem o fim do isolamento social -

Apesar de ser o bairro que concentra o maior número de casos de Covid-19 em toda a cidade - 205 registros e cinco óbitos -, uma carreata com cerca de 20 automóveis seguiu, na tarde de ontem, da Barra o Recreio pedindo o fim da quarentena. Com bandeiras do Brasil, o grupo de motoristas, alguns com máscaras, reivindicou a quebra do isolamento social.

O deslocamento foi acompanhado pela Polícia Militar, que providenciou bloqueios em três pontos da Zona Sul: no viaduto Santiago Dantas e Rua Farani, ambos em Botafogo; e na Rua Pinheiro Machado, em Laranjeiras. O entorno do Palácio Guanabara, que seria o destino final da carreata, também foi cercado por policiais. Por conta disso, a rota acabou alterada para o Recreio.

Durante o trajeto, o grupo, em sua maioria vestindo verde e amarelo e com o Hino Nacional de fundo, pedia, principalmente, a reabertura do comércio e o isolamento vertical.

Secretário testa positivo

Ontem, a Secretaria estadual de Saúde informou, no Instagram, que o secretário Edmar Santos testou positivo para Covid-19. Edmar está bem, segundo a postagem, cumprindo isolamento social, e continuará a trabalhar em regime de home office.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro