Receita da quarentena

Profissionais que trabalham em farmácias e drogarias relatam rotinas de cuidados redobrados com higiene

Por Lucas Cardoso

Rio, 14/04/2020  - COVID 19 - CORONAVIRUS - Herois da Pandemia, balconista de farmacias, na foto Jose de Castro. coronavirusrio. Foto: Gilvan de Souza/Agencia O Dia
Rio, 14/04/2020 - COVID 19 - CORONAVIRUS - Herois da Pandemia, balconista de farmacias, na foto Jose de Castro. coronavirusrio. Foto: Gilvan de Souza/Agencia O Dia -

Um metro e meio de distância em relação ao cliente, máscara no rosto e higiene redobrada antes e depois de cada atendimento. A rotina de atendentes e farmacêuticos em drogarias por toda cidade, um dos serviços considerados essenciais, mudou nas últimas três semanas, com o aumento no número de casos pelo novo coronavírus.  

O atendente José de Castro, de 56 anos, conhecido como Muriqui pelos clientes da drogaria Brilhante, na Lapa, diz que a limpeza das áreas de contato foi redobrada para reduzir o risco de contaminação no local. "Sabemos a importância de manter tudo funcionando e limpo aqui dentro. As pessoas dependem da farmácia para continuarem em suas casas. Estamos cientes da importância do nosso serviço", diz o profissional, que também precisou se mudar por causa do vírus: "Morava com um colega de quarto no Catete, só que ele já tem mais de 70 anos e é hipertenso", explica Castro.

Na Drogaria Rio, também na Lapa, o gerente Adalmir Sodré, 30, conta que todos no estabelecimento trabalham com equipamentos de segurança individuais essenciais nesse momento. "No atendimento, na entrega e no caixa, todos de máscara e álcool gel sempre disponível. Não tem jeito", comenta.

Há 8 anos trabalhando na drogaria, Sodré conta que também precisou mudar hábitos ao em casa. Segundo ele, agora nenhuma roupa usada no trabalho é levada para o interior antes de ser lavada: "Temos contato direto com o cliente. Tiro as peças na área de serviço e já coloco na máquina. O calçado também deixamos do lado de fora. Até higienizo o celular. Acho que nos protegendo também protegemos quem amamos".

Além do cuidado com a higiene, nas últimas semanas, o gerente da drogaria tem desmentido boatos de que há medicamentos liberados e eficazes no tratamento contra a Covid-19. A fonte das informações, de acordo com o profissional, são sempre as redes sociais."Esses dias uma cliente nossa veio aqui procurando a hidroxi cloroquina para guardar usar caso pegasse o vírus. Olha isso! Precisei alertar ela sobre os riscos da automedicação e que não há nenhuma prova de que esse remédio funciona", relembra.

 

Galeria de Fotos

Rio, 14/04/2020 - COVID 19 - CORONAVIRUS - Herois da Pandemia, balconista de farmacias, na foto Adalmir Sodre. coronavirusrio. Foto: Gilvan de Souza/Agencia O Dia FOTOS Gilvan de Souza
Rio, 14/04/2020 - COVID 19 - CORONAVIRUS - Herois da Pandemia, balconista de farmacias, na foto Jose de Castro. coronavirusrio. Foto: Gilvan de Souza/Agencia O Dia Gilvan de Souza/Agencia O Dia

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro