'Doenças se afastem sem meu corpo tocar': devotos de São Jorge celebram o 23 de abril em casa

Igreja de Quintino fará transmissão das missas pelo Facebook, e terreiros de umbanda preparam giras em chamada de vídeo

Por Yuri Eiras

Rio,22/04/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS, QUINTINO, Paroquia de Sao Jorge. Na foto. Padre Dirceu Rigo.Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia
Rio,22/04/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS, QUINTINO, Paroquia de Sao Jorge. Na foto. Padre Dirceu Rigo.Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia -
Rio - O dragão da vez é a pandemia que se espalha e assusta o planeta. Hoje, os fogos no céu vão saudar mais uma alvorada de São Jorge, mas neste 23 de abril, as ruas de Quintino não terão o tradicional mar de gente em vermelho e branco. As portas da igreja matriz estarão fechadas. A recomendação do Padre Dirceu Rigo é que os fiéis fiquem em casa e acompanhem as missas pelas redes sociais - a celebração das 5h será transmitida pela TV Rede Vida. Às 10h, 15h e 18h, pelo Facebook. Desta vez, as bênçãos serão entregues em domicílio pelo Santo Guerreiro e seu cavalo.
"Este ano vocês não poderão vir na casa de São Jorge, mas ele quer ir na sua. Faça da sua casa a Igreja de São Jorge. Abra a sua porta, sua janela, e convide São Jorge a entrar", afirmou Padre Dirceu, titular da paróquia de Quintino. Assim fará o ator Nando Cunha, que herdou a devoção da família e a renovou em um 23 de abril inesquecível.
"Teve um dia que eu fui com o meu primo na festa da igreja em Quintino. Era época de vacas magras. Levei minha carteira de trabalho para abençoar. Naquela semana tinha acabado de fazer um teste na peça Grande Otelo. Indo embora, encontrei a produtora da peça no caminho. Ela elogiou meu teste e senti que era um sinal. Passei para o teste e o espetáculo fez muito sucesso. De lá para cá, nunca deixei de trabalhar", contou. Nando Cunha organiza há anos o evento 'Filhos de Jorge' no Club Municipal, na Tijuca. Desta vez, por conta da pandemia, fará feijoada em quantidade menor e distribuirá para quem precisa.
"Tive a ideia de fazer a panela de feijão e entregar quantas quentinhas eu puder às pessoas em situação de rua. Assim, não deixo de pagar minha promessa e ajudo a quem realmente está precisando nas ruas".
Nando Cunha faz feijoada no Club Municipal. Abaixo, Jorge Aragão: show em Bangu - Divulgação
Família se antecipa na visita
A afinidade da família Dragon é com São Jorge, apesar do sobrenome lembrar o rival do santo. Vizinho da paróquia em Quintino, o casal Milton e Ludmilla, o filho Danilo e a sobrinha Yasmin visitaram ontem a igreja. Eram os únicos, já que a movimentação era bem pequena.
Rio,22/04/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS, QUINTINO, Paroquia de Sao Jorge. Na foto. familia de devotos, Danilo Dragon(filho), Yasmin Dragon(neta) e Milton Dragon(pai).Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia - Cleber Mendes
"Eu acho que São Jorge é uma figura muito forte principalmente na questão do combate ao mal. É a certeza de que o bem vai vencer o mal sempre. Eu acho que essa devoção traz muita esperança de que o dragão sempre vai ser derrotado". Vanderley Gonçalves, zelador da igreja, faz coro ao pedido: "Vamos pedir saúde para tudo mundo e que essa pandemia passe o mais rápido possível".

Nos terreiros de Umbanda, giras serão transmitidas em vídeo

Gongá (altar) do Templo Espírita Ogum Sete Ondas - RAIANE FÉLIX/DIVULGAÇÃO

A festa para São Jorge, sincretizado com Ogum na Umbanda, também é tradicional nos terreiros. Desta vez, sem a possibilidade da presença física, muitos farão as giras por chamadas de vídeo. É o caso do Templo Espírita Ogum Beira-Mar, em Guaratiba. "Neste dia, muito festejado, nossa dirigente espiritual, Maria Alice, fará uma oferenda para Ogum Beira-Mar, guia da casa, e entregará na intenção de todos os filhos. Faremos um encontro por vídeo para uma prece e cantar alguns pontos em louvação ao nosso Pai Ogum", disse Cristiane Henrique, médium da casa.

O Templo Espírita Ogum Sete Ondas, em Bangu, fará parecido. "Eu e minha esposa vamos ao centro e faremos um vídeo para que o grupo inteiro veja. Depois, faremos uma gira, cada um dentro de casa. Tem um ponto de Ogum que diz: 'Livra-nos da fome, da peste e da guerra'. Eu acho que esse ponto traduz tudo o que a gente precisa contra essa guerra invisível que estamos travando", afirmou Oiamã de Ogum, babalorixá.

Escolas de samba farão lives no Instagram

Também seria dia de festa em diversas escolas de samba do Rio, mas diante da recomendação de isolamento, as quadras estarão fechadas. Nas agremiações identificadas com São Jorge, a celebração foi para o mundo virtual.
A Unidos de Padre Miguel transmitirá uma missa às 11h, no Facebook; o Império da Tijuca fará uma live às 20h nas redes sociais com sambas inesquecíveis da escola e o Império Serrano aposta em uma 'missa live' às 10h, no canal do Youtube. "A história do Império Serrano se cruza a todo tempo com a devoção ao Santo Guerreiro. Infelizmente, esse ano não poderemos fazer a nossa tradicional carreata de São Jorge, justamente no ano 50 da carreata. Mas em substituição, teremos o vídeo do Padre Ubiratan em nosso canal", disse a presidente da escola de Madureira, Vera Lúcia.
A Estácio de Sá distribuirá quentinhas de feijoada e máscaras de pano em sua quadra, no Centro. O Salgueiro faria o mesmo, mas adiou a iniciativa por conta da morte de Osvaldo Godinho, secretário do Conselho Deliberativo da escola, vítima do coronavírus. 

Galeria de Fotos

Rio,22/04/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS, QUINTINO, Paroquia de Sao Jorge. Na foto. Padre Dirceu Rigo.Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia Cleber Mendes
Festa do Templo Espírita Ogum Sete Ondas RAIANE FÉLIX/DIVULGAÇÃO
Rio,22/04/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS, QUINTINO, Paroquia de Sao Jorge. Na foto. familia de devotos, Danilo Dragon(filho), Yasmin Dragon(neta) e Milton Dragon(pai).Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia Cleber Mendes
Por causa da pandemia, missas na Igreja Matriz, em Quintino, serão virtuais Cleber Mendes
Nando Cunha herdou da família a devoção por São Jorge Divulgação

Comentários