Coronavírus: Prefeitura interdita 13 estabelecimentos comerciais em São Cristóvão

Decreto restringe a abertura do comércio em toda a cidade como medida para evitar aglomerações

Por O Dia

Agentes percorreram ruas de São Cristóvão e interditaram alguns estabelecimentos
Agentes percorreram ruas de São Cristóvão e interditaram alguns estabelecimentos -
Rio - A Prefeitura do Rio, interditou, até o momento, 13 estabelecimentos comerciais em São Cristóvão, Zona Norte da cidade, nesta quarta-feira. De acordo com o órgão, agentes percorreram as ruas São Cristóvão, Figueira de Melo e Sousa Valente, em cumprimento ao decreto municipal de enfrentamento ao novo coronavírus, que restringe a abertura do comércio em toda a cidade como medida para evitar aglomerações.
As lojas fechadas comercializavam materiais hidráulico e elétrico, tintas, ferragens, borrachas, ferramentas, peças e equipamentos em geral, e até artigos de papelaria.
Acumulado
Em um mês de fiscalizações no comércio como medida de combate à covid-19, a Seop registrou, até esta terça-feira, o fechamento de 3.168 estabelecimentos dos 4.580 visitados em 75 ações em toda a cidade.
Balanço do Disk Aglomeração
O Disk Aglomeração atendeu 2.922 chamados, de 31 de março até esta terça. Os bairros mais demandados, ontem, foram: Campo Grande, Bangu, Realengo, Santa Cruz, Centro, Taquara, Copacabana, Tijuca, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes.
Os principais atendimentos são para dispersar grupos de pessoas em estabelecimentos essenciais e áreas públicas. 

Comentários