Enfermeira do Ronaldo Gazolla só achou leito em Volta Redonda

Por

O Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, embora seja referência para o tratamento da covid-19, não funcionou para uma de suas profissionais de saúde. Apesar de Anita Viana trabalhar na unidade, ela nem conseguiu realizar o exame que detecta a doença no próprio hospital.

A funcionária também não encontrou leito para internação no local. Anita chegou a ser internada na UPA de Bangu, até ser transferida para o Hospital Estadual Zilda Arns, em Volta Redonda, onde morreu, no dia 16.

Por meio de nota, a SES ressaltou que transferências entre unidades fazem parte do protocolo estabelecido para não sobrecarregar as equipes das unidades e o atendimento prestado, já que os pacientes de covid-19 necessitam de preparo específico pela gravidade dos quadros.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro