Macaé decreta calamidade

Por

A Prefeitura de Macaé decretou estado de calamidade pública em razão da pandemia do coronavírus. O novo decreto ampliou o prazo de suspensão das aulas por 15 dias, a contar de 27 de abril. Também foi prorrogado o prazo para a retomada das atividades laborativas que, agora, estão suspensas até o dia 4 de maio.

O decreto mantém e amplia a permissão do funcionamento de alguns estabelecimentos. Estes deverão limitar a entrada de clientes e priorizar o atendimento por sistema de delivery. Entre eles, estão hospitais, clínicas, farmácias, supermercados, postos de combustíveis, padarias, bancas de jornais, petshops, lojas de materiais de construção e oficinas mecânicas.

Os estabelecimentos também deverão intensificar a limpeza, disponibilizar álcool em gel 70% e orientar a manutenção de dois metros de distância entre funcionários e clientes/pacientes, além de fazer uso obrigatório de máscaras de proteção individual.

Comentários