Tomógrafo de alta precisão é instalado no hospital de campanha no Riocentro

Equipamento é o que oferece a precisão para o diagnóstico de Covid-19

Por O Dia , O Dia

Hospital de campanha do Riocentro conta com 100 leitos de UTI e outros 400 de clínica médica
Hospital de campanha do Riocentro conta com 100 leitos de UTI e outros 400 de clínica médica -
Rio - Com data de abertura em 1º de maio, o Hospital de Campanha da Prefeitura, no Riocentro, já dispõe de equipamentos médicos destinados a pacientes com a Covid-19. No material procedente da China – comprado antes da pandemia e que já havia chegado em março –, está um tomógrafo de 128 canais, com imagem de alta definição, que vai ampliar a precisão do diagnóstico da doença.

O aparelho custou U$ 950 mil e deverá realizar, em média, 1.200 exames por mês. Além disso, já chegaram ao hospital duas autoclaves, com capacidade para esterilização de 100 litros de instrumentos médicos, e duas termodesinfectadoras - para esterilização de materiais hospitalares.

Os equipamentos fazem parte de um investimento de R$ 370 milhões da atual gestão na renovação do parque tecnológico das unidades de saúde da rede municipal.

Ao todo, foram comprados mais de 18 mil equipamentos, entre eles 27 tomógrafos. A Prefeitura do Rio já havia adquirido antes, na atual gestão, 11 novos equipamentos de tomografia para seus hospitais. Dez deles estão em funcionamento e realizaram mais de 140 mil exames.

Eles foram instalados nos hospitais Souza Aguiar, Salgado Filho, Miguel Couto, Pedro II, Lourenço Jorge, Ronaldo Gazolla, Evandro Freire, Rocha Faria, Francisco da Silva Telles e Albert Schweitzer. O último entrará em funcionamento no Hospital da Piedade.

Comentários