Apenas Zilda Arns tem leitos disponíveis na rede estadual e 326 aguardam transferência

Ao todo, 2.235 pacientes estão internados na rede estadual. Desses, 326 suspeitos ou confirmados de coronavírus aguardam transferência para UTIs, que podem ser regulados para as diferentes redes, seja ela municipal, estadual ou federal

Por O Dia

Taxas de ocupação no Zilda Arns, em Volta Redonda, são de 74% na enfermaria e 75% na UTI
Taxas de ocupação no Zilda Arns, em Volta Redonda, são de 74% na enfermaria e 75% na UTI -
Rio - Apenas o Hospital Zilda Arns tem leitos disponíveis para tratar pacientes com covid-19 na rede estadual de Saúde no Rio, informa a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ao todo, 2.235 pacientes estão internados na rede estadual. Desses, 326 suspeitos ou confirmados de coronavírus aguardam transferência para UTIs, que podem ser regulados para as diferentes redes, seja ela municipal, estadual ou federal.
Atualmente, a taxa de ocupação considerando toda as unidades da rede estadual é de 71% em leitos de enfermaria e 83% em leitos de UTI. Há duas semanas, as taxas eram de 41% e 63%, respectivamente.

Neste momento, 936 pacientes estão internados na capital em unidades das três esferas por suspeita ou confirmação da covid-19, sendo 326 em UTI.

A SES informa que, até o momento, 521 novos leitos exclusivos para tratamento de pacientes suspeitos ou confirmados da covid-19 foram abertos em todo o estado do Rio de Janeiro. Desse total, 256 são UTIs e 265 enfermarias. Além dessas unidades destinadas, há ainda 137 leitos para o tratamento da Covid em áreas isoladas de outras unidades estaduais. A previsão é que nos primeiros dias de maio seja inaugurado o hospital de campanha do Maracanã.

Com exceção do Hospital Regional Zilda Arns — cujas taxas de ocupação são de 78% na enfermaria e 77% na UTI —, a secretaria esclarece que todos os outros leitos destinados para a Covid estão ocupados e que há rotativa de vagas ocasionadas por altas, óbitos, além de reservas técnicas de leitos para pacientes já internados que possam agravar o quadro clínico, necessitando de UTIs.
Rede Municipal
Nesta segunda-feira, 27 de abril, em toda a rede municipal, há 390 pessoas internadas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus, sendo 126 em UTI na Rede Municipal de Saúde. Em toda a rede SUS, que inclui leitos de unidades municipais, estaduais e federais na cidade, são 1.079 pacientes internados com suspeita de covid, sendo 323 em UTI. 
A taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 na rede SUS é de 97%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria para pacientes com suspeita de Covid é de 90%, informou a Secretaria Municipal de Saúde do Rio.

Unidades destinadas a covid-19 na rede estadual de saúde

Rio de Janeiro
Instituto do Cérebro (44 UTI)
Hospital Anchieta (14 UTI e 61 enfermaria)
Hospital Universitário Pedro Ernesto (51 UTI e 48 enfermaria)
Instituto de Infectologia São Sebastião (7 UTI)

Niterói
Instituto Estadual do Tórax Ary Parreiras (10 UTI e 7 enfermaria)

Volta Redonda
Hospital Regional Zilda Arns (80 UTI e 149 enfermaria)

Vassouras
Hospital Universitário de Vassouras (50 UTI)

Comentários