Coronavírus: Onze médicos já morreram no Rio

Mortes aconteceram desde o último dia 20 de março

Por O Dia

Coronavírus
Coronavírus -
Rio - Um levantamento feio pelo Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) confirmou, nesta segunda-feira, que 11 médicos já morreram por causa do novo coronavírus no Estado do Rio.
De acordo com os dados, as mortes aconteceram desde o último dia 20 de março. No entanto, os últimos óbitos foram comunicados nesta segunda-feira; Magna Sandra Gomes de Deus trabalhava na UPA de Irajá e na Policlínica Regional Santa Maria. A outra vítima é Justino José Lage Neto, anestesista do Hospital Federal do Andaraí.
No domingo, o Cremerj já havia comunicado a morte de outros dois médicos: o cardiologista Luiz Sérgio Peixoto Herthal do Espirito Santo, que por muitos anos atuou no Hospital Federal dos Servidores do Estado e o médico intensivista Celso de Almeida Felício, que atuava em Caxias. 
O Cremerj diz em nota que se solidariza com familiares e amigos neste momento de dor.

Comentários