Retratação sobre 'carro da lapada'

Por

Na edição de ontem de O DIA, a reportagem errou ao utilizar na matéria intitulada "Sem perdão para 'fugida'", na página 6, uma foto descrita como sendo de jovens da comunidade de Acari, na Zona Norte do Rio, que estariam sendo espancados por traficantes por burlarem as ordens de isolamento social, por conta da pandemia da covi-19. A imagem, na verdade, ilustra uma reportagem veiculada na imprensa em 2007 sobre jovens gays que teriam sido espancados no Irã, Oriente Médio.

Em denúncia enviada ao O DIA, moradores da favela revelaram que traficantes armados estariam circulando de carro ordenando toque de recolher por conta da propagação da doença dentro da comunidade. O veículo ficou conhecido como 'carro da lapada'.

Um trecho da mensagem diz: "Passou das 19h ninguém mais pode ficar na rua, os traficantes estão espalhados para colocar o povo que insiste em ficar na rua pra casa e é na lambada mesmo". Em relação ao que vem ocorrendo na comunidade, a Polícia Civil investiga a denúncia com base em materiais publicados pela imprensa e nas redes sociais.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro