Médico é preso por ameaçar paciente com arma na Zona Oeste

Durante a consulta, o médico teria questionado a qualidade do teste realizado para coronavírus, o que teria gerado a confusão

Por Natasha Amaral

Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas
Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas -
Rio - Um médico pneumologista foi preso por ameaçar um paciente durante uma consulta na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na tarde desta quinta-feira. Segundo informações, Enio Pires Studart teria sacado uma arma durante uma discussão, após questionar a qualidade do exame para covid-19 realizado pela vítima.

Galeria de Fotos

Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas Reprodução
Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas Reprodução
Clínica Enio Studart na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio Reprodução
Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas Reprodução
Enio Studart foi preso em flagrante por posse ilegal de armas Reprodução
Consultório fica na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio Reprodução / GoogleMaps
De acordo com a Polícia Civil, a vítima relatou que marcou uma consulta com Enio após ser infectado com coronavírus e continuar passando mal após dois meses do diagnóstico. Durante a consulta, o médico teria questionado a qualidade do teste realizado para a doença, o que teria gerado a confusão. Ainda segundo a vítima, Enio teria pego uma mochila e sacado uma pistola para lhe ameaçar.
Posteriormente, ambos foram para a 16ª DP (Barra da Tijuca) e, no local, foi constatado que o pneumologista possuía um revólver, uma pistola, um soco inglês, duas facas, um carregador de pistola e munições dentro do carro. Ele foi autuado pela prática dos crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.
A reportagem tenta contato com a defesa do médico. O espaço está aberto para manifestações. 

Comentários