Detran.RJ vai fiscalizar a qualidade do serviço oferecido nos postos
Detran.RJ vai fiscalizar a qualidade do serviço oferecido nos postosDIVULGAÇÃO
Por O Dia

O Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran.RJ) instituiu uma comissão especial no órgão para monitorar o atendimento prestado aos usuários em seus postos de vistoria, de habilitação e de identificação civil do departamento.

A comissão, criada por meio de uma portaria assinada pelo presidente do órgão, Adolfo Konder, na última quarta-feira, terá a atribuição de verificar o tempo médio de atendimento em cada posto e a qualidade do serviço prestado; e de determinar e acompanhar a adoção de providências para resolver os problemas que forem verificados.

"Queremos buscar melhorar o atendimento ao cidadão do Estado do Rio. Já restabelecemos a prestação dos serviços, regularizamos todos os contratos com as empresas terceirizadas e agora vamos iniciar esta nova etapa, que tem o objetivo de assegurar uma boa prestação de serviços por parte do Detran aos usuários", disse Konder.

A comissão trabalhará em conjunto com a Ouvidoria, setor do Detran encarregado de receber as demandas dos usuários. Será formada por representantes da Presidência, da Corregedoria, da Ouvidoria, e de setores como Diretoria de Registro de Veículos, Diretoria de Habilitação, Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação, Assessoria de Gestão e Modernização, Assessoria de Engenharia, Coordenadoria Geral de Integração de Serviços e Coordenaria de Gestão de Pessoas.

Semanalmente, o departamento tem realizado mutirões para compensar o período em que os atendimentos tiveram de ser suspensos em razão da pandemia. No último sábado, em seu 20º mutirão, foram disponibilizadas 11,5 mil vagas para serviços de habilitação, identificação civil e veículos, distribuídas em 80 postos de todas as regiões do Estado.

Para evitar aglomerações, o atendimento é feito apenas mediante agendamento prévio. Para ser atendido, o usuário deve marcar o serviço pelo site do Detran (www.detran.rj.gov.br) ou pelo teleatendimento, nos números (21) 3460-4040, 3460-4041 ou 3460-4042 (das 6h às 21h).

Você pode gostar
Comentários