Profissionais de saúde vêm enfrentando uma rotina das mais desgastantes e dolorosas
Profissionais de saúde vêm enfrentando uma rotina das mais desgastantes e dolorosasMiguel SCHINCARIOL / AFP
Por Jenifer Alves
Rio - Em sete dias o número de pacientes que aguardam por uma vaga em UTI no Estado do Rio mais do que dobrou. Nesta quarta-feira, a quantidade de hospitalizados aguardando por um leito era de 582, no último dia 18, a fila de espera era de 278 pacientes. Hoje, 20 cidades já estão com 100% dos leitos de UTIs ocupados. Os municípios mais afetados ficam da Região Serrana e no interior do Estado.
Segundo dados do Portal Covid Rio, com informações apenas da capital, são cerca de 1.310 internados com covid ou com suspeita da doença. Nas últimas 24 horas foram 738 novos casos confirmados e 135 pacientes aguardando por leito apenas no município do Rio. O percentual de ocupação de leitos de UTI é de 96%.
Publicidade
A vida de parentes de pessoas hospitalizadas que buscam uma internação em UTI acabou virando uma peregrinação por conta da falta de leitos. Adriano Viana, de 49 anos tem dois familiares intubados, a sogra e o cunhado, mãe e filho. Ambos foram levados para o Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, na última quinta-feira e desde então, o aposentado passou a correr contra o tempo para garantir que os dois tivessem vagas na Unidade de Tratamento Intensivo por meio de uma ordem judicial. No entanto, apenas o cunhado havia conseguido, mas retornou para a enfermaria.
Na noite desta quarta-feira mãe e filho tiveram uma piora no estado de saúde, "Os dois estão em estado gravíssimo, com uma bactéria no pulmão, não sei se em decorrência da variação vírus ou do hospital, os dois estão na mesma enfermaria novamente", disse, emocionado. 
Publicidade
A Defensoria Pública do Rio de Janeiro contabilizou 19 ações envolvendo pacientes com covid em fevereiro deste ano. Em março, até o último dia 24, foram 35, um aumento de .

Até esta quarta-feira, a Secretaria Estadual de Saúde havia contabilizado 629.553 casos confirmados e 35.373 óbitos por coronavírus no estado. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 2.892 novos casos e 42 mortes. Entre os casos confirmados, 584.398 pacientes se recuperaram da doença.
Na manhã desta quarta-feira (24), profissionais da saúde foram às ruas para pedir a vacinação de profissionais de saúde da linha de frente da pandemia. Segundo o Sindprev (Sindicato dos Servidores de Saúde Federal), apenas 30% da categoria, que lida diretamente com pacientes infectados pela Covid-19, recebeu a vacina.
Publicidade
Vacinação
O governador Cláudio Castro havia autorizado a compra de cinco milhões de doses da vacina para o Estado do Rio em paralelo às negociações com o Programa Nacional de Imunização (PNI). No entanto, a farmacêutica Pfizer negou a venda por conta da demanda da entrega das vacinas ao Governo Federal.
Publicidade
Confira a relação de cidades com 100% dos leitos ocupados:
Iguaba Grande, Itaboraí, Maricá, Mendes, Miguel Pereira, Nova Friburgo, Paracambi, Paraiba do Sul, Quissamã, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Sapucaia, Silva jardim, Teresópolis, Três Rios, Sumidouro, Vassouras, Saquarema, Seropédica, São João de Meriti.