Secretário Municipal de Saúde, Daniel Sorans e a (SMS), inauguram um novo ponto de vacinação na quadra da Unidos de Padre Miguel. Na foto, o Secretário Daniel Sorans, aplicou a vacina no Vice Presidente da Unidos de Padre Miguel,Lenilson Leal.Estefan Radovicz / Agencia O Dia

Por O Dia
Rio - A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugurou durante a manhã desta terça-feira (8) um novo ponto de vacinação na quadra da Unidos de Padre Miguel, na Zona Oeste da cidade. O novo posto funcionará de segunda a sexta das 8h às 17h. A primeira pessoa a ser imunizada foi Sérgio Tiago, de 56 anos, que chegou às 8h e disse ter sido muito bem atendido na nova unidade. Ele comentou a respeito de se sentir mais protegido neste momento.
“Eu estou muito bem, depois dessa primeira dose já vou poder ver o meu pai, que já tem um bom tempo que eu não visito ele. Hoje é um dia muito especial na minha vida, e mesmo tomando a vacina vou continuar o protocolo do mesmo jeito. Só vou sair de casa de for por um motivo muito importante”, disse.
Publicidade
O vice-presidente da escola de samba, Lenilson Leal, esteve presente durante a inauguração e foi vacinado pelo secretário municipal da saúde Daniel Soranz. Ele comemorou a parceria da Unidos de Padre Miguel com a prefeitura e disse que com esse novo ponto as vacinas vão chegar mais rápido nas comunidades do Rio.
“É uma satisfação enorme ter essa parceria com a prefeitura. A Unidos de Padre Miguel tem um histórico de luta pelas causas sociais e temos percebido que as comunidades têm ficado em uma situação de carência muito grande. No mês passado, trouxemos uma feira de emprego para mais de 1300 pessoas e também estamos realizando um ‘feirão’ com a oferta de 310 cursos gratuitos. A chegada desse novo ponto foi uma medida que nós levamos ao secretário e eles trouxeram”, afirmou.
Publicidade
O secretário municipal da saúde, Daniel Soranz, fez um alerta a população para quem estiver com a segunda dose da vacina atrasada se direcione aos postos de saúde para receber a vacina o quanto antes.
“Temos ainda 4% da população que tomou a primeira dose e está com a segunda dose em atraso. São 82 mil pessoas que não retornaram após receber a primeira aplicação. Nós temos a segunda dose reservada e pedimos que a população procure os postos de saúde o mais rápido possível”, disse.
Publicidade
Por fim, Soranz ressaltou que a cidade ainda vive um cenário de transmissão alto e recomendou a todos que continuem cumprindo os protocolos de segurança. Ele disse que neste momento o Rio tem cerca de 1200 pessoas internadas por covid-19 e afirmou que espera, durante a realização da Copa América, que os órgãos organizadores possam propor ações de segurança de maneira coordenada com o governo estadual e municipal.