Número de casos de covid-19 nas cidades apresenta altaLeopoldo Silva/Agência Senado

Rio -  As prefeituras de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e São Gonçalo, na Região Metropolitana, tiveram mais de 48% dos testes realizados nas últimas 24 horas positivos. Os municípios são dois dos mais afetados pela nova onda de casos da Covid-19, agravada pela chegada da variante Ômicron, desde o início do ano. 
De acordo com balanço enviado pela Secretaria de Saúde de Duque de Caxias, foram registrados no município da Baixada Fluminense entre este domingo e esta segunda 1.043 casos de síndrome gripal. Desse total, 752 pessoas foram testadas e 364 delas foram confirmadas para Covid-19, o que representa 48,40% das amostras colhidas.
Já no caso de São Gonçalo, que é a segunda cidade fluminense em número de casos, o índice foi maior. Nas últimas 24 horas, o Centro de Triagem do Zé Garoto realizou 786 atendimentos, dos quais 53% positivaram. De acordo com a Secretaria de Saúde de São Gonçalo (Sensa), o município fez só no início de 2022 3.312 testes. Destes, 1.430 deram positivo, o equivalente a 43%. Com a média de dois mil testes por dia. 
O município de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, também revelou dados sobre seus testes realizados. Ao todo, na última semana em dias úteis, de segunda-feira (3) até sexta-feira (7), 1.314 pessoas testadas e a taxa de positivados chegou a 37,75%. O município tem cerca de 17 mil testes em estoque e teria, considerando a média diária hoje de procura, insumos para mais três meses. 
A expectativa dos demais municípios, varia. Em são Gonçalo, a previsão é de que o estoque leve um mês para acabar e em Duque de Caxias, a projeção não foi enviada, mas a cidade afirma que aguarda remessas da Secretaria de Estado de Saúde ainda esta semana.