O marasmo do pós-eleições

Por

O abismo do Brasil após as eleições não foi culpa exclusiva dos erros do PT mas, especialmente, a politização e escolhas do Judiciário. Lamentavelmente, os magistrados permitiram não apenas que um candidato na contramão de preceitos constitucionais e tratados internacionais concorresse ao maior cargo da República, como se omitem e observam coletivas de imprensa de um juiz federal em férias escolhido para o Ministério da Justiça que, pasmem, faz política sem antes exonerar-se.

Oswaldo Motta

Realengo

Mercosul e Nafta

em perigo?

Em futuro não muito distante, Mercosul e Nafta tendem a acabar por conta das posições do presidente Donald Trump e do presidente eleito Jair Bolsonaro. Imagino que o capitão, assim como o ex-apresentador de TV fez, vai firmar importantes acordos comerciais com a União Europeia, Rússia, China, Japão, além de diversos países árabes. Irá se destacar em politica internacional pois buscará alianças com mercados desenvolvidos.

Maurício Assis

Por e-mail

Beijo de Juliana e Tatá

Um monte de moralista vindo reprovar um beijo entre duas mulheres. Mas em off se satisfazem vendo vídeo de sexo entre mulheres. Santa hipocrisia!

Leandro Domingos

Via Facebook

PM morto em operação em Belford Roxo

Só espero que essa grande operação tenha êxito e sejam apreendidas grande quantidade de armas e drogas e marginais, presos. Caso isso não aconteça, será apenas perda de tempo e, lamentavelmente, o único saldo, um policial militar morto.

Leonardo de Souza

Via Facebook

Errata

Por erro de edição, a 'Memória do Dia' de ontem, que trazia uma imagem do príncipe Charles comemorando seu aniversário na primeira visita ao Brasil, informou erroneamente que a foto era de 1988. Na verdade, a imagem era do 30º aniversário do príncipe, datada de 1978, dez anos antes, portanto.

Comentários