A posse de Bolsonaro

Por

Depois de 16 anos, ver na posse do presidente Jair Bolsonaro as cores verde e amarelo por todos os lados nos dá a sensação de estarmos recuperando o Brasil das mãos da esquerda caquética. Depois que o "socialismo" tomou conta do país, nunca um presidente democraticamente eleito precisou de tanta segurança. Sofreu muitas ameaças. Isso mostra que os esquerdistas não sabem perder e não querem que o Brasil dê certo! E os novos governadores do Nordeste se recusaram a participar da posse de Bolsonaro. Quando precisarem de dinheiro a quem irão recorrer? Desejo ao presidente Bolsonaro, porque dando certo para ele, também dará para todo o país.

Beatriz Campos

Via e-mail

Não me pareceu má ideia dos novos governadores do PT (e quem mais tivesse um mínimo de clarividência, prudência, coerência e dignidade) ficar longe dessa lambança e desse cheiro de linguiça putrefata que emana de Brasília, até porque o aparato policial militar ali projetado foi uma verdadeira operação de guerra.

Boanerges de Castro

Via e-mail

Emendas

bilionárias

Para 2019, o Orçamento aprovado pelo Congresso Nacional prevê R$ 13,7 bilhões para emendas parlamentares. Isto significa que cada um dos 513 deputados e 81 senadores receberão R$ 23 milhões per capita para torrarem em seus currais eleitoreiros. O novo governo do capitão da reserva Jair Bolsonaro ainda nos alenta pela maneira de encarar a realidade brasileira pelo ângulo da decência, da boa gestão e do pragmatismo. Estes R$ 13,7 bilhões constantes no orçamento para este ano jamais deveriam ser repassados aos parlamentares, basta contingenciá-los e bem aplicá-los nas necessidades mais prementes que saltam aos olhos de qualquer brasileiro.

José Batista Pinheiro

Via e-mail

Agressor filho

de vereador
Queria entender como esse covarde não está preso ainda pois não é primeira mulher que ele espanca.

Wellington Valeriano

Via e-mail

Comentários