No Salute salada é a atração principal

Restaurante reúne diversidade de folhas além de um cardápio com proteínas e quiches como acompanhamento

Por paola.lucas

Niterói - Em 1984, surgia no Centro do Rio um restaurante que inovou transformando salada em prato principal de uma refeição. Além do sucesso que conquistou, criou uma tendência que cresceu e se reproduziu até os dias de hoje. Era o Delírio Tropical.

João Pádua e Naoki são sócios do SaluteDivulgação


Pois foi com essa inspiração que João Pádua e Naoki Yokoyama criaram o Salute, no Central Prime, na Moreira César. A ideia é criar várias saladas inusitadas que vão se revezando no balcão e que podem ser servidas com o acompanhamento de uma proteína e quiches. São opções leves e saudáveis trabalhadas com muita criatividade. As receitas são de Dona Clemilce, mãe do Naoki. Sua família já está nesse mercado desde 1975, quando inauguraram o Sunsaki, o Japonês ali da Praia de São Francisco.

O sócio João, que é do Espirito Santo e sempre trabalhou no mercado farmacêutico, queria mesmo era abrir uma casa de moqueca capixaba - que, aliás, eu adoro -, mas achou melhor deixar esse projeto para mais tarde e investir numa opção mais realista para os tempos atuais. Quem sabe depois da crise?

Como no Delírio, você pode escolher uma, duas ou três saladas, mais opções como hamburguer de grão de bico, ou um enroladinho de filé mignon com sálvia e ainda complementar com uma deliciosa quiche de queijo com casquinha crocante.

O preço depende da quantidade de opções escolhidas e o prato pode sair por cerca de R$35. Os sucos são naturais e o de frutas vermelhas é ótimo. Fiquei surpresa com o salpicão porque apesar de item básico em qualquer bufê, este tinha um gostinho bem especial. Eles ficaram seis meses testando as saladas antes de abrir e Naoki quer ser bem democrático nas combinações, por isso ainda estão experimentando para ver o que público prefere. Afinal, eles só têm três meses de existência. Vale conferir!

BELISQUETES

Páscoa Fit
A loja Mundo Verde tem opções lights de ovos de Páscoa. São chocolates com 55% de cacau sem açúcar, glúten ou lactose. Bom para quem tá de dieta.

Ovos etílicos
A chef Bia Gindri criou uma linha especial para os adultos nesta Páscoa. São ovos misturados com bebidas alcoólicas. Tem alambique (cachaça artesanal envelhecida), amarula, baileys, caipirinha, cerveja, champagne, conhaque, licor de abacaxi, licor de chocolate, licor de menta, rum, saquê, tequila, vinho do porto, whisky. Pedidos pelo e-mail: contato@biagindri.com.br.

Coluna de Suzana Blass

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia