Devido à pandemia de Covid-19, é necessário que as visitas às bibliotecas sejam previamente agendadas
Devido à pandemia de Covid-19, é necessário que as visitas às bibliotecas sejam previamente agendadas fotos de Divulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - Com mais de 50 mil títulos disponíveis para a população, as bibliotecas de São Gonçalo buscam o fomento à leitura e o desenvolvimento deste hábito tão importante para o desenvolvimento sociocultural e intelecto-educacional de uma sociedade. Como ponte entre os munícipes e o conhecimento, está a Biblioteca Municipal Genebaldo Rosa, que possui quatro importantes braços para atingir todas as regiões da cidade: são as salas de leitura João Pedro, em Itaoca; Portal da Ecologia, no Barro Vermelho; Conceição Evaristo, no Colégio Castelo Branco, no Centro; Ruth de Souza e Espaço Emicida de Cultura Urbana, na Venda da Cruz. (VEJA FOTOS NA GALERIA AO FINAL DA MATÉRIA)
Por conta da pandemia de Covid-19, os locais passam por limpeza periódica e estão prontos para atender à população com todas as normas de segurança, como a exigência do uso de máscara de proteção individual a frequentadores e funcionários, a oferta de álcool em gel a 70% pelas dependências e o zelo pelo distanciamento social mínimo e sem contato físico entre as pessoas, para evitar o contágio do coronavírus. Para desfrutar do acervo, é necessário agendar, pois no momento a permanência no local ainda está restrita. Outras medidas foram adotadas, como a possibilidade de renovação de livro já emprestado sem a necessidade do comparecimento presencial.
Publicidade
Segundo a secretária municipal de Educação de São Gonçalo, Lícia Damasceno, os professores enfrentam o desafio de estimular o hábito da leitura em um mundo cada vez mais digital. Ela ressalta que é inegável o papel relevante que o ato de ler assume no mundo contemporâneo e que espaços como esses servem como instrumento de acesso. "A leitura apresenta uma importância vital, como estratégia de melhoria do processo de ensino e aprendizagem do aluno. Isso contribui para o desenvolvimento de capacidades de análise crítica e síntese, bem como o entendimento de sua realidade. A escola tem a responsabilidade de desenvolver o gosto pela leitura em seus estudantes, embora não seja uma tarefa simples, porque vivemos em uma sociedade cada vez mais complexa", analisa.
A Biblioteca Municipal Genebaldo Rosa, que também possui um espaço infantil com 1.500 livros, recebe uma média de 200 pessoas agendadas por mês, apesar da pandemia, e tem estrutura para receber ainda mais leitores. "Ofertamos um ambiente saudável para os estudos. Diante das necessidades do nosso município, estamos aqui para apoiar e tentar amenizar as desigualdades sociais aqui existentes. Fazemos de tudo para fomentar a leitura, pois uma pessoa que lê é uma pessoa extremamente crítica e com uma formação ampla", destacou a bibliotecária Gessika Karolyn Farias, responsável pela Biblioteca Municipal.
Publicidade
As salas de leitura possuem diversas atividades culturais, como oficina de teatro, coral, contação de histórias, dança, cinema e outras, que estão suspensas no momento, mas realizando cadastros para retomar as atividades ao fim da pandemia. Para acesso aos livros, é necessário se cadastrar e fazer a carteirinha, apresentando documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Cadastrada, a pessoa pode levar até dois livros emprestados para casa por 14 dias.
Além do empréstimo de livros, a Biblioteca Municipal também tem consulta à internet, wi-fi, cursos gratuitos on-line com certificação pela Microsoft em parceria com a ONG Recode, além de configuração de trabalhos acadêmicos de acordo com as normas da ABNT. Os cursos virtuais podem ser feitos por qualquer pessoa e permanecem disponíveis até dezembro de 2021. A grade de opções oferece instrução nas ferramentas Excel, Word, Power Point, além de capacitação em gestão de projetos e aplicativos de impacto, introdução ao mundo digital, tecnologias exponenciais etc. Para se inscrever, basta entrar no site plataforma.recode.org.br e clicar em “quero fazer os cursos”. Em seguida, é só preencher o cadastro e escolher a instituição “Biblioteca Genebaldo Rosa”. Após isso, clique em “cursos de tecnologia” e escolha o de sua preferência.
Publicidade
Para tirar dúvidas ou receber mais informações, entre em contato com o e-mail [email protected]
A Biblioteca Municipal Genebaldo Rosa desenvolve diversos projetos para a população gonçalense, como a Biblioteca Circulante e a Biblioteca Viva, além das Salas de Leitura em parceria com a Afrotribo. A biblioteca é vinculada à Subsecretaria de Planejamento e Formação Continuada.
Publicidade
Confira os endereços das unidades:
Biblioteca Municipal Genebaldo Rosa
Sede da Secretaria Municipal de Educação - Rua Uriscina Vargas nº 36, Mutondo
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h

Sala de Leitura Ruth de Souza e Espaço Emicida de Cultura Urbana
Rua Doutor Porciúncula nº 395 (Antigo 3º B.I.)
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h

Sala de Leitura e Conhecimento João Pedro
Escola Municipal Salgado Filho - Itaoca
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h

Sala de Leitura e Conhecimento Portal da Ecologia
Rua Lúcio Tomé Feteira - Barro Vermelho
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h

Sala de Leitura e Conhecimento Conceição Evaristo
Colégio Municipal Presidente Castelo Branco - Rua Carlos Gianelli s/nº - Boaçu
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h