Associação de Moradores de Aldeia Velha reclamam descaso da Auto Pista Fluminense

Falta de guarita e passarela colocam em riscos moradores do bairro

Por Ronald Pereira

Entrada de Aldeia Velha
Entrada de Aldeia Velha -
Silva Jardim - Aldeia Velha é o bairro que mais recebe o turismo no município, local de cachoeiras com águas cristalinas, é muito procurada tanto no verão quanto no inverno. Além disto, possui uma variedade de pousadas e pensões, alguns restaurantes, onde se pode encontrar o melhor da comida típica da região. No entanto, os moradores vem há anos tentando resolver um problema na entrada da estrada que dá acesso ao bairro.
A empresa Auto Pista Fluminense (ARTERIS) responsável pela duplicação da Rodovia Governador Mario Covas, mais conhecida como BR101, não tem dado a devida atenção aos moradores da região.
Em 2018, foi feito um encontro da AMAVE (Associação Moradores de Aldeia Velha) no escritório da Auto Pista Fluminense em Casimiro de Abreu, explicando que durante a duplicação, a guarita foi retirada e logo depois não recolocaram no local; dificultando o acesso aos transportes sentido Rio de Janeiro. Não há proteção para o morador que espera a condução. Outro pedido foi de uma passarela, para ter acesso aos transportes em sentido Macaé, e até mesmo para ter acesso a reserva Biológica de Poço D'antas, ou mesmo quem vem do Rio de Janeiro e queira atravessar para ter acesso a entrada do bairro. Moradores correm o risco atravessando a BR101. Até a data de hoje, 24/07/2020 não resolveram os problemas.
Outro ponto reclamado é o retorno para Casimiro de Abreu, que é depois da entrada de Aldeia Velha, não se encontra no local do projeto; o projeto é um pouco mais a frente, mas ainda não foi duplicado, dificultando também o trânsito de acesso a rodovia. 
Não conseguimos contato com a empresa ARTERIS.

Galeria de Fotos

Entrada de Aldeia velha Vaiga
Entrada de Aldeia Velha Vaiga

Comentários