"Estamos felizes demais, porque tinha tudo pra dar errado e, no fim, estamos nos reerguendo"

Feirinha do Alto contará com 330 estandes a partir deste final de semana

Por Paula Valviesse

Primeira fase de abertura da Feirarte contou com mais de 150 estandes
Primeira fase de abertura da Feirarte contou com mais de 150 estandes -
O Decreto 5.336/2020 publicado na noite desta terça-feira (14/07), que permitiu o retorno das atividades de hotéis e pousadas em Teresópolis, reflete diretamente nos demais setores do município, uma vez que o Turismo movimenta a economia, gerando emprego e renda. Quem comemora essa flexibilização são os expositores da Feirarte - Feira do Alto, que funciona na Praça Praça Higino da Silveira, 128, no bairro Alto, e entra neste final de semana na segunda fase de reabertura.

“Estamos felizes demais, porque tinha tudo pra dar errado e no fim estamos nos reerguendo. Em nossa página recebemos muitas perguntas de turistas sobre quando poderão voltar a frequentar a Feirinha, com a liberação do Turismo, mesmo de forma controlada, nossa expectativa é de aumento do movimento. Nosso movimento tem sido muito bom, acho que as pessoas da cidade descobriram a feira neste período, o que para nós também foi excelente”, diz a expositora Aline Tayt-Sohn, que junto com a irmã, Janaína, gerencia os perfis “Amigos da Feirinha de Teresópolis”, no Facebook e no Instagram.

A partir do dia 18, mais expositores estarão permitidos a retornar às atividades, seguindo as determinações previstas no decreto que estabeleceu a reabertura da feira. No entanto, uma alteração recente permitirá que todos continuem trabalhando, ao invés de ser implantado o sistema de rodízio. Com isso, o local contará com 330 estandes em funcionamento.

Para garantir a ampliação, a prefeitura realizou uma reorganização das barracas, conseguindo estabelecer o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as mesmas. O local anteriormente já funcionou com 500 estandes, mas segundo o presidente da Sou Mais Feirinha de Teresópolis, Edésio Pacheco, nem todos os expositores voltaram a trabalhar, muitos deles por estarem no grupo de risco, estando proibidos de retornar, podendo apenas indicar auxiliares e substitutos.

“Estamos na 2ª fase de retomada das atividades na Feirinha. Nesta fase, constam 330 expositores, o que possibilitou a readequação do espaço. A próxima fase será em agosto, se o número de expositores não permitir o espaçamento de 1,5 metro, haverá o esquema de rodízio”, informou a prefeitura.

Turismo com restrições: barreiras sanitárias irão controlar entrada de visitantes

A reabertura de hotéis e pousadas em Teresópolis está limitada a 50% da ocupação. Além disso, as hospedagens e os hóspedes terão de seguir rígidas medidas sanitárias. Neste primeiro momento, apenas os turistas com reserva poderão acessar a cidade.

As barreiras sanitárias localizadas nos acessos ao município, no Soberbo, Bom Retiro, na Prata, no Quebra Frascos e na Ermitage, sendo nesta última com atuação da equipe da Polícia Militar, continuarão a fiscalização, autorizando a entrada de turistas que comprovem a reserva de hotel e veranistas que comprovem residência na cidade.

Doação de máscaras ajuda na segurança da Feirinha

A Associação "Sou Mais Feirinha" conseguiu mil máscaras, que foram doadas na coordenação da feira, para caso as pessoas insistam em ir sem. A fiscalização no local continua rigorosa, sendo as pessoas sem máscaras abordadas e solicitado o uso do equipamento de proteção.

“Está muito organizado. A nossa praça de alimentação lotou no último final de semana, mas tudo com distância, tudo controlado. Os expositores estão sendo fiscalizados e orientados pela associação o tempo todo”, comenta Aline Tayt-Sohn.

Galeria de Fotos

Primeira fase de abertura da Feirarte contou com mais de 150 estandes Divulgação
Movimento na praça de alimentação da Feirante no último final de semana Divulgação

Comentários