Vereador Rodrigo Furtado vai propor CPI para apurar acidentes na Rodovia do Contorno em VRDivulgação

Volta Redonda - O Vereador de Volta Redonda, Rodrigo Furtado irá propor uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar os acidentes na Rodovia do Contorno. O parlamentar demonstrou preocupação com as constantes colisões no local, sendo que algumas já resultaram em mortes.
O parlamentar declarou que não vai mais tolerar calado o descaso com a vida da população e irá propor a instauração de uma CPI para investigar se há possíveis responsáveis pelos acidentes.
“Até quando vamos ver nossos conhecidos, parentes, amigos e até vizinhos morrendo na Rodovia do Contorno? Não é para a morte que ela foi pensada, foi para facilitar a vida do motorista. Três mortes em um espaço tão curto de tempo, não pode ser por acaso”, disse Rodrigo.
Na semana passada, a prefeitura de Volta Redonda emitiu uma nota onde afirma que vai adotar ações sobre o trecho onde o trevo foi construído de forma irregular por uma construtora. A obra, não teve autorização dos órgãos públicos municipais, estaduais e federais para ser realizada e nem adotou os parâmetros legais.
Ainda no ano de 2020, através de um documento, a Secretaria Municipal de Transporte Mobilidade Urbana (STMU) sinalizou que o projeto iria promover “movimentos inseguros na pista”, e deste modo, colocaria a vida de pessoas em risco.
“Vamos investigar cada detalhe. Se foi negligência da prefeitura ao não garantir quebra molas ou se foi irresponsabilidade do empresário que não seguiu orientações técnicas para fazer tal empreendimento. A Câmara tem responsabilidade com a vida dos volta-redondenses e de todos aqueles que passam por nossas terras. Pagamos impostos e queremos respeito com nossa vida”, falou Rodrigo Furtado.
O vereador ressaltou que tem como objetivo ao propor a CPI reunir dados para o Ministério Público.
“Eles terão que ser provocados com nosso relatório a agir para garantir a vida de todos nós que não têm preço”, comentou.
Rodrigo Furtado ainda tem a intenção de apurar a responsabilidade dos órgãos de controle de trânsito, como o DNIT, por exemplo.
“Já que ainda há impasses com relação a quem é devido à administração da Rodovia do Contorno, cabe ao DNIT autorizar obras em seu percurso. Precisamos saber ainda se o órgão faz corretamente a fiscalização, se a prefeitura está ajudando nessa tarefa. Enfim, há muitos detalhes que pretendo averiguar com a instauração da CPI”, disse o vereador.
Outro assunto que o vereador Furtado irá verificar será sobre tantos apagões em Volta Redonda, sobretudo na região do bairro Santo Agostinho.
“A falta de energia em Volta Redonda tem causado transtornos, estragos e prejuízos. Chegamos ao ponto de ficar sem o fornecimento de energia por dias em alguns bairros por conta de problemas em transformador, o que é inadmissível. E para piorar, o fornecimento de água pela cidade está umbilicalmente ligado a interrupção da energia. Toda vez que uma malha de energia deixa de funcionar, as bombas do Saae-VR da localidade não atuam, e por conta disso a população fica sem os serviços essenciais de água e energia”, explicou Rodrigo.