Confusão e pancadaria marca o retorno de Andrés Sanchez ao Corinthians

Apesar da vitória folgada, o presidente eleito do clube precisou se esconder no banheiro feminino após o anuncio da eleição

Por O Dia

Andrés Sanchez está de volta ao Corinthians
Andrés Sanchez está de volta ao Corinthians - Divulgação

São Paulo - Andrés Sanchez é o novo presidente do Corinthians. O empresário venceu a disputa contra Antônio Roque Citadini, Felipe Ezabella, Paulo Garcia e Romeu Tuma Júnior e será o responsável por comandar o clube até novembro de 2020. Andrés, que é deputado federal pelo PT, volta ao cargo após deixá-lo há seis anos, em fevereiro de 2012, sendo que o assumiu pela primeira vez em 2007 A comemoração no entanto acabou gerando uma confusão. Opositores revoltados com a vitória de Andrés partiram para cima do presidente que teve que esconder no banheiro feminino do clube.

O dirigente ainda foi um dos grandes responsáveis pela construção do Itaquerão e faz parte da chapa Renovação e Transparência. A mesma de Roberto de Andrade, antigo mandatário, que viveu o último dia de seu mandato na última sexta-feira. A chapa está no poder do clube há 10 anos.

Andrés ganhou a eleição com folga, ostentando uma vantagem de mais de 400 votos sobre o segundo colocado. Ele recebeu um total de 1235, contra 832 de Paulo Garcia, o segundo mais votado. Roque Citadini (803 votos), Felipe Ezabella (461) e Romeu Tuma Jr. (278) ficaram respectivamente em terceiro, quarto e quinto lugares na eleição.

Ao total, 3.642 votos foram contabilizados, sendo que entre os mesmos também foram computados 18 nulos e 13 em branco.

Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários

Últimas de Esporte