Alan Ruschel, foi um dos sobreviventes do desastre da ChapecoenseMarcio Cunha/Chapecoense

Rio - Um dos sobreviventes da queda do avião da Chapecoense, em 2016, na Colômbia, o lateral-esquerdo Alan Ruschel chegou a um acordo na Justiça, e o clube catarinense terá que pagar R$ 2,3 milhões por danos morais, além de R$ 420 mil pelos custos processuais. As informações são do portal 'UOL'.
O acordo foi firmado no início desta semana, em audiência na 1ª Vara do Trabalho de Chapecó. Durante o processo, a Chape causou polêmica ao dizer em sua defesa que a queda do avião foi benéfica a Ruschel, que "ganhou notoriedade e alavancou seus ganhos".
Atualmente, Alan Ruschel defende o Londrina. O jogador teve três passagens pela Chape e foi o responsável por levantar a taça na conquista da Série B, em 2020.