Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Vídeo: Bebê é internado em estado grave após ser agredido pelo pai porque não parava de chorar

Pais foram presos em flagrante

A criança segue internada em estado grave em hospital de Campos.
A criança segue internada em estado grave em hospital de Campos. Foto: Reprodução.
Por Bertha Muniz
CAMPOS - Um bebê de dois meses de idade deu entrada em estado grave no Hospital Ferreira Machado (HFM), nesta sexta-feira (2), com afundamento craniano que, segundo a Polícia Civil, teria sido causado por agressões do pai. Também foram constatadas marcas de mordidas, costelas quebradas e outras escoriações.
A família é de São Fidélis e a criança precisou ser transferida para Campos por causa da gravidade dos ferimentos. Ainda segundo a polícia, o pai confessou a agressão e disse que perdeu a cabeça porque o filho não parava de chorar. Na delegacia, pai e mãe do menor deram uma versão que não convenceu o delegado e ambos acabaram presos em flagrante.

Segundo o registro de ocorrência, policiais militares foram até o Hospital Armando Vidal, em São Fidélis, onde a criança deu entrada primeiro. Na unidade, a mãe, de 21 anos, disse aos agentes que a família teria sido sequestrada e que quatro homens teriam espancado o bebê.
Publicidade
Contudo, já na delegacia, aos serem confrontados, os dois acabaram confessando que foi o pai quem espancou o menor. Do Hospital Armando Vidal, a criança foi transferida para o HFM. E os pais levados da 141 Delegacia de Polícia (São Fidélis) para a 134ª Delegacia de Polícia (Centro), onde ambos receberam voz de prisão. A criança segue internada em estado grave no HFM. 
Você pode gostar
Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor.

mais notícias
Publicidade
escolha do editor
Publicidade
mais notícias
: function(json) { $('.layer-login').fadeOut(500); if (json) { if (json.status) { $('#erro-materia-modal span.msg-title').text('Enviado com sucesso'); $('#erro-materia-modal span.msg-descricao').text('O Jornal O dia agradece sua colaboração. Sua mensagem será analisada e os erros confirmados corrigidos.'); $('#erro-materia-form [type="reset"]').click(); $('.erro-materia-container').hide(); $('.erro-materia-mensagem').fadeIn(200); } else { $('#erro-materia-modal span.msg-title').text('Erro no envio de formulário'); $('#erro-materia-modal span.msg-descricao').text('Tente novamente mais tarde.'); $('.erro-materia-container').hide(); $('.erro-materia-mensagem').fadeIn(200); } } }, error: function(json, exception) { $('.layer-login').fadeOut(500); $('#erro-materia-modal span.msg-title').text('Erro no envio de formulário'); $('#erro-materia-modal span.msg-descricao').text('Tente novamente mais tarde.'); $('.erro-materia-container').hide(); $('.erro-materia-mensagem').fadeIn(200); } }); return false; } Vídeo: Bebê é internado em estado grave após ser agredido pelo pai porque não parava de chorar | Campos | O Dia
Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Vídeo: Bebê é internado em estado grave após ser agredido pelo pai porque não parava de chorar

Pais foram presos em flagrante

A criança segue internada em estado grave em hospital de Campos.
A criança segue internada em estado grave em hospital de Campos. Foto: Reprodução.
Por Bertha Muniz
CAMPOS - Um bebê de dois meses de idade deu entrada em estado grave no Hospital Ferreira Machado (HFM), nesta sexta-feira (2), com afundamento craniano que, segundo a Polícia Civil, teria sido causado por agressões do pai. Também foram constatadas marcas de mordidas, costelas quebradas e outras escoriações.
A família é de São Fidélis e a criança precisou ser transferida para Campos por causa da gravidade dos ferimentos. Ainda segundo a polícia, o pai confessou a agressão e disse que perdeu a cabeça porque o filho não parava de chorar. Na delegacia, pai e mãe do menor deram uma versão que não convenceu o delegado e ambos acabaram presos em flagrante.

Segundo o registro de ocorrência, policiais militares foram até o Hospital Armando Vidal, em São Fidélis, onde a criança deu entrada primeiro. Na unidade, a mãe, de 21 anos, disse aos agentes que a família teria sido sequestrada e que quatro homens teriam espancado o bebê.
Publicidade
Contudo, já na delegacia, aos serem confrontados, os dois acabaram confessando que foi o pai quem espancou o menor. Do Hospital Armando Vidal, a criança foi transferida para o HFM. E os pais levados da 141 Delegacia de Polícia (São Fidélis) para a 134ª Delegacia de Polícia (Centro), onde ambos receberam voz de prisão. A criança segue internada em estado grave no HFM. 
Você pode gostar
Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor.

Mais de Campos