Aos 27 anos, jovem humorista sonha em trabalhar na TV após história de superação com bullying na infância e adolescência.Foto: Alana Monteiro/Divulgação.

Por Bertha Muniz
CAMPOS - Sucesso nas redes sociais desde 2016 com vídeos no Youtube e Instagram, o humorista e influencer digital Thiago Sonnats, 27 anos, sonha em trabalhar na TV após história de superação com bullying na infância e adolescência. Atualmente, dando expediente na internet, o morador de Campos dos Goytacazes é reconhecido carinhosamente nas ruas por pessoas de várias idades.

Seu humor tem influências nos trabalhos do comediante e cineasta “Mazzaropi” e do humorístico “Os Trapalhões”, apresentados a ele, ainda criança, pelos pais Elizabete Luiz Belmiro e Gelecy Nazario dos Santos, junto ao irmão e à irmã mais novos. Da nova geração de comediantes o campista é fã de Rodrigo Sant'Anna, Paulo Gustavo e da sua conterrânea Cacau Protásio.
Publicidade

“Meu pai falava do Mazzaropi, que brilhava atuando e produzindo filmes nos anos 60 e 70. Sentado com minha família no sofá de casa, diante da televisão, assisti muito as trapalhadas do Didi e seus amigos Dedé, Mussum e Zacarias. Meus personagens carregam também um pouco desse humor inocente que eles faziam nos anos 80 e 90 “, conta.

Com a pandemia, Sonnats ocupa espaço nas redes sociais postando seus vídeos de humor com abordagem a partir de sua vivência no interior do Estado do Rio de Janeiro e de fundo um cenário real lembrando a origem humilde. Usa a ironia para fazer críticas sociais, mas tudo sem causar dor ou constrangimento aos internautas.
Publicidade

O humorista se destaca personificando o “Anjo” e a “Mãe Jurema”, inspirações que surgiram no dia a dia do bairro Três Vendas, onde mora, mas é exatamente da sua família que veio a ideia para o primeiro personagem: o fofoqueiro Frederico. Uma homenagem à sua avó Dona Josete que faleceu há um ano e adorava fofoca. Lembra que preferiu não encarnar a avó para retratar o seu “jeito diferente de falar da vida dos outros”.

“O Bullying me deixou com tanto trauma que não consegui me vestir com o figurino de uma mulher. Antes de fazer qualquer coisa eu sempre pensava no que os outros iam achar de mim. Mas isso tudo mudou, não tenho mágoas de nada que sofri por conta dessa terrível prática, principalmente, a psicológica, que só me depreciava. Agora isso é passado e sigo feliz com o humor que é o meu trabalho”, resume o jovem.
Publicidade

A pressão era tanto que Sonnats teve problemas de autoestima depois de ouvir dos colegas de turma na escola palavras que o colocavam para baixo. Ele não gosta de falar muito dessa fase, mas a mudança de escola em 2010 foi a grande virada na vida dele. Foi bem recebido pelos novos colegas e fez muitas amizades.

“Para se ter uma noção, eu não usava óculos escuros e hoje em dia se deixar não tiro mais. Me acho muito bonito e charmoso”, ri. Não conseguia enxergar valor em mim, nem acreditava no meu potencial.
Com sorriso nos lábios e estilo próprio, Sonnats segue trabalhando em casa à procura de um lugar ao sol. Não quer ser vítima de sua história e não se apoiar em nenhuma justificativa para deixar de ir à luta.
Após ser incentivado pela família no início da carreira, ele formou dupla de trabalho no Youtube com um amigo no canal “Sonvelton”.
Publicidade
A empreitada foi interrompida quando o destino mostrou ao comediante uma carreira solo promissora que o mantém financeiramente dependendo apenas do esforço próprio para todas as conquistas.É também fotógrafo, mas no momento sua única e exclusiva dedicação é o humor nas redes sociais. Ele quer cada vez mais se aperfeiçoar na arte que é autodidata e está aprendendo a gerir sua carreira como um bem-sucedido negócio. Ao seu lado nesse preparo está a carioca e consultora de empreendedorismo Herica Oliveira, que o incentiva a consolidar e viver de seu trabalho com mais e melhor desempenho profissional em todos os itens da atividade. E pelo que parece, a dedicação do humorista não vai faltar para crescer e ganhar o mundo com o que gosta.

“O que faço é espontâneo. Escrevo e atuo com a naturalidade que Deus me deu, mas quero estudar para aproveitar com muito mais segurança todas as chances que vejo à minha frente”, garante ele.
Para Herica, hoje o profissional do humor deve se autoproduzir cavando uma oportunidade. Ela acrescenta que o mundo está aberto aos empreendedores de diversas áreas com criatividade.
Publicidade

“Tudo é muito competitivo e vence quem está mais preparado. O que faço nos meus encontros com ele é implantar essa consciência para o seu crescimento e assim enfrentar novos desafios com sabedoria e sem medos”, explica Herica. Com um número de seguidores maior do que muitas subcelebridades que andam pela televisão, Sonnats aproveita temas populares como “briga na rua”, “namoro”, “supermercado”, “fofoca” em situações engraçadas que acabam sendo identificadas como ação de alguém.
“Tem sempre um amigo, um parente que já viveu aquilo ali, por isso que agrada e essa sintonia me faz um grande observador da vida diária”. Ele já tem sua marca “Sonnats” em canecas, bonés e camisetas, produtos que através da internet ficaram conhecidos até fora do Brasil. Além disso, como destaque do humor nas redes sociais é sempre convidado para fazer publicidade em Campos, se arriscando até como modelo.
"Um dia eu fiz questão de vestir o terno do cliente de uma confecção e saí desfilando pelas ruas da cidade. Todo pronto para casar ou ser padrinho", brinca Sonnats.
Publicidade

Para contato e entrevistas com Thiago Sonnats – Humorista e Influencer Digital:

•CICLO Comunicação – atendimento à imprensa: Clóvis Corrêa - (21) 98289-7728
E-mail: [email protected]
•Herica Oliveira – Consultora de Empreendedorismo - (21)98222-7641
E-mail: [email protected]

Sonnats/ SITE para compra de produtos
https://www.etsy.com/search?q=sonnats
FACEBOOK
https://www.facebook.com/thiago.belmiro.5
INSTAGRAM
https://instagram.com/sonnats?utm_medium=copy_link
Thiago Sonnats - YouTube