Jackson Antunes e Lília Cabral em cena de violência doméstica na novela "A Favorita"Foto de Divulgação Rede Globo

A expectativa é de que não seja uma reprise qualquer. O retorno da novela “A Favorita” no “Vale a Pena Ver de Novo” promete também movimentar as delegacias especializadas e os Centros de Acolhimento de Mulheres vítimas de Violência.
Isso devido a interpretação realista do casal interpretado por Jackson Antunes e Lílian Cabral. Como milhares na vida real, a relação era marcada pela violência doméstica. Ia desde agressões verbais e psicológicas até física. Quando foi veiculada, em 2008, a identificação da população com esse relacionamento abusivo motivou o aumento de até 32% na média de denúncias no país.
Foram contabilizados 269 mil registros segundo levantamento feito na ocasião pela Agência Brasil. A expectativa é que o retorno da trama de João Emanuel Carneiro provoque um fenômeno semelhante ao registrado na primeira exibição. Introduzido por Glória Perez e seguido por outros autores, a inclusão de campanhas sociais nas tramas da Rede Globo costumam impactar positivamente.
Reviravoltas e impactos sociais
Marcada pela ambiguidade entre mocinha e vilã, a novela protagonizada por Cláudia Raia e Patrícia Pillar é reprisada pela primeira vez no canal aberto. No entanto, essa produção foi escolhida para estrear o catálogo de novelas no streaming Globoplay
Sugestões para a Coluna pelo e-mail:  [email protected]
                                            Twitter: https://twitter.com/ColunaLuiz