Alerj empurra para o próximo semestre votação de lista de presença de deputados

Proposta foi ao plenário por três vezes, mas nas duas últimas sessões manobras de parlamentares impediram que fosse votada

Por PALOMA SAVEDRA

Projeto de resolução cria lista de presença de deputados da Assembleia Legislativa do Rio às sessões
Projeto de resolução cria lista de presença de deputados da Assembleia Legislativa do Rio às sessões -
Depois de ir ao plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) por três vezes e sair de pauta, a proposta que cria mais transparência na Casa só será votada no semestre que vem. A próxima semana já está tomada pela análise de vetos do governador Wilson Witzel, e o projeto de resolução — de autoria de Eliomar Coelho (Psol) — para que seja divulgada lista de presença de deputados não está pautado. 
Além disso, à Coluna, o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), confirmou que a análise do texto só ficará para o próximo semestre. 
O projeto prevê a publicação, no site da Alerj, dessa lista, com as respectivas justificativas de parlamentares faltosos. Além disso, uma emenda ao projeto, apresentada pelo deputado Alexandre Freitas (Novo), pede a abertura dos dados de gabinetes.
Esse aditivo propõe a divulgação dos nomes de assessores designados por cada parlamentar, bem como seus cargos. 
Manobras
Na primeira vez que o projeto de resolução foi ao plenário, em 2 de maio, a votação só foi adiada devido à apresentação da emenda.
Vinte dias depois, o texto foi pautado. Mas uma manobra impediu que fosse analisado: deputados pediram a verificação de quórum, e quando há menos de 36 presentes no plenário, não podem ser votados projetos. 
Em 5 de junho, a proposta voltou à discussão, mas o mesmo recurso foi utilizado pelos deputados.
Nos bastidores do Palácio Tiradentes, diz-se que o maior incômodo não é pelo projeto, mas sim pela emenda. 

Comentários