Reajuste: líder do governo marcará reunião entre categorias e secretário após o Carnaval

Deputado Márcio Pacheco (PSC) ressaltou, porém, que ainda não há data para o encontro acontecer

Por PALOMA SAVEDRA

Integrantes do Fórum de Servidores do Estado cobraram do deputado Bruno Dauaire (PSC) a realização de audiência pública
Integrantes do Fórum de Servidores do Estado cobraram do deputado Bruno Dauaire (PSC) a realização de audiência pública -
A 'ira' do funcionalismo estadual pelo adiamento da reunião com o secretário da Casa Civil, André Moura, para tratar de reajuste pode cessar. O líder do governo Witzel na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Márcio Pacheco (PSC), garantiu à Coluna que o encontro vai acontecer.
"Vamos marcar após o Carnaval. Estou assegurando que vamos abrir o diálogo", afirmou Pacheco, ressaltando que ainda não há data definida para a reunião.
Ainda assim, mesmo que os integrantes do Fórum de Servidores do Estado iniciem uma negociação com o titular da Casa Civil, nos bastidores do Palácio Guanabara, a opinião é unânime: não haverá recomposição salarial tão cedo.
Agora, para dar mais força ao movimento, as categorias querem audiência para debater o tema. E, ontem, cobraram esse compromisso do presidente da Comissão de Servidores, Bruno Dauaire (PSC).
Já o plenário da Casa analisará, em março, o veto de Witzel à emenda ao Plano Plurianual (2020 a 2023) que prevê reajuste. O veto deve ser derrubado pelos deputados, atendendo ao pleito do funcionalismo.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários