Coronavírus: Alerj terá sessão só às quartas-feiras e deputados poderão votar pelo WhatsApp

Servidores de gabinete também estão liberados para fazer teletrabalho

Por O Dia

Assembleia Legislativa do Rio
Assembleia Legislativa do Rio -
O presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano (PT), anunciou nesta terça-feira, mais mudanças na rotina da Casa devido à pandemia do coronavírus. A fim de evitar a circulação de pessoas, a Mesa Diretora da Alerj aprovou que, a partir da próxima semana, seja realizada apenas uma sessão deliberativa por semana em plenário, às quartas-feiras.
A ideia é votar propostas urgentes ou que tenham relação com a crise sanitária atual. Os parlamentares que não quiserem ou não puderem comparecer em razão da pandemia de coronavírus poderão participar das sessões de forma remota, ou seja, votar pelo WhatsApp.
Os servidores do gabinete também poderão trabalhar por meio do teletrabalho.
Antecipação de sessão

A Casa também decidiu antecipar a sessão ordinária de votação que estava marcada para a próxima quinta-feira e vai acontecer nesta quarta-feira.
Também nesta quarta serão incluídos em pauta projetos voltados para o combate ao coronavírus e seus efeitos na economia fluminense. A pauta de votação completa será divulgada pela manhã.

Na última semana, a Alerj já havia anunciado outras ações, como a suspensão de audiências públicas e do acesso do público às áreas da Assembleia.

Comentários