CR7 diz que arriscou carreira ao forçar joelho na Copa e na Liga dos Campeões

Craque diz que o departamento médico de Portugal não foi o culpado pela má campanha da seleção no Mundial do Brasil

Por rodrigo.hang

Portugal - O atacante Cristiano Ronaldo afirmou nesta quinta-feira que pôs em risco sua carreira na final da Liga dos Campeões da Europa e na Copa do Mundo por forçar seu joelho, afetado por uma tendinite.

Cristiano Ronaldo com uma proteção no joelho esquerdoCarlos Moraes

"Claro que arrisquei a carreira, mas na vida nada se ganha sem sacrifícios, e às vezes temos que arriscar. Em outra circunstância poderia ter administrado de outra maneira, mas por ser a Champions e o Mundial, é mais difícil", ressaltou.", afirmou o jogador português em entrevista ao jornal português "A Bola".

Neuer, CR7 e Robben são finalistas de prêmio de melhor da Europa em 2013/14

Apesar de ter tido altos e baixos na pré-temporada com o Real Madrid devido ao cansaço e às viagens, o atacante garantiu que se sente melhor e espera estar ao nível mais alto em alguns dias. Cristiano fez um balanço da decepcionante participação da seleção portuguesa na Copa, que terminou com eliminação na primeira fase. O atacante considerou que os "culpados" pelo mau desempenho foram "todos" os membros da seleção e se mostrou em desacordo com a remodelação do departamento médico anunciada nesta semana pela Federação Portuguesa de Futebol.

"Não acho que os médicos foram os responsáveis pela incompetência da seleção. Há ciclos para jogadores, treinadores e dirigentes", afirmou.

Federação oficializa permanência de Paulo Bento na seleção portuguesa

Cristiano Ronaldo também comentou como "normal" a rivalidade com Lionel Messi e descartou que ambos tenham uma má relação fora dos campos.

"Somos companheiros, somos colegas de profissão. Fora do mundo do futebol, não temos relação por vários fatores, como ocorre com outros jogadores", disse.

O craque previu que chegará o dia em que os dois, depois que encerrarem suas carreiras, vão "rir juntos" dessa rivalidade e encarar as comparações com "espírito positivo".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia