Seriedade antes do clássico contra o líder

De volta ao Rio após sofrer goleada para o Santos, Botafogo já prioriza o duelo com o Flamengo, quinta-feira, no Nilton Santos

Por

Um dia após serem goleados por 4 a 1 pelo Santos, na Vila Belmiro, os jogadores do Botafogo retornaram ontem ao Rio em silêncio e com a cara fechada. Não seria para menos. Afinal, na 14ª posição na tabela, com 33 pontos, o Alvinegro está a apenas dois da zona de rebaixamento — o Fluminense, o primeiro na área da degola, tem 31 — e terá pela frente, quinta-feira, o clássico diante do Flamengo, líder disparado do Campeonato Brasileiro.

Para o técnico Alberto Valentim, apesar do abatimento e da preocupação com o péssimo momento do time, é fundamental esquecer o desempenho pífio no returno e se concentrar de corpo e alma nos oito compromissos que restam até o fim da competição.

"O que a gente fala de classificação é que a gente não pode se preocupar com o que tem sido o segundo turno. Tem que pensar daqui para frente nestes oito jogos, recuperar bem os jogadores para fazer um campeonato à parte", comentou o treinador, ainda durante coletiva realizada na Vila Belmiro.

Temor de nova goleada

Em relação ao duelo com o Rubro-Negro, no Estádio Nilton Santos, a luz de alerta está acesa pela fragilidade do Botafogo, que tem sido presa extremamente fácil para as equipes mais bem colocadas no Brasileiro. O temor de uma outra goleada acachapante ronda o grupo alvinegro.

"Contra o Flamengo, vamos nos recuperar bem até porque vamos jogar em casa. Temos que procurar vencer. É difícil, lógico. Todos estão vendo a campanha que o Flamengo está fazendo na competição. Mas nós vamos nos preparar de verdade para tentar vencer o jogo", disse Valentim.

Segundo o site Infobola, o Botafogo tem 15% de risco de queda para a Série B do Campeonato Brasileiro. Derrotar o Flamengo, avisa o matemático Tristão Garcia, é quase uma obrigação para a equipe de Alberto Valentim em busca de uma caminhada menos preocupante nas últimas rodadas para fugir do Z-4.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários