Desaparecimento de atleta olímpica amante de Putin intriga a Rússia

Alina Kabaeva, ex-ginasta russa e dona de diversas medalhas olímpicas, tem rumo desconhecido depois de dar à luz a gêmeos que seriam filhos do presidente

Por Lance

Putin é apontado como pai dos gêmeos da ginasta
Putin é apontado como pai dos gêmeos da ginasta -
Rio - Uma notícia com ares sombrio tomou conta dos noticiários da Rússia, nos últimos dias. A ex-ginasta russa Alina Kabaeva, desapareceu da vida pública depois de ter dado à luz a gêmeos que teriam o presidente Vladimir Putin como pai. Dona diversas medalhas, entre elas um bronze em Sidney e um ouro em Atenas, a mulher de 37 anos não é vista desde 2018, quando anunciou a gravidez.
 
O sumiço tem gerado preocupação no país europeu, segundo o jornal The Sun. A atleta teve uma carreira de destaque na ginastica rítmica e conquistou diversos títulos internacionais. Depois de se aposentar do esporte, ela entrou no mundo da política e tornou-se deputada parlamentar pelo partido Rússia Unida, o mesmo de Putin. Antes havia tentado as carreiras de atriz e cantora.

Kabaeva foi casada entre 2005 e 2008 com um outro político. Na mesma época surgiram os primeiros rumores sobre o romance com Putin. O presidente russo foi casado com Lyudmila Shkrebneva de 1983 a 2013, quando o casal se divorciou. Com a ex-esposa, Vladimir Putin tem duas filhas: Mariya Putina e Yekaterina Putina.

Segundo a reportagem do The Sun, Alina Kabaeva deu à luz aos gêmeos em uma clínica particular na Rússia. No período em que esteve internada outros pacientes foram proibidos de receber visitas e parte dos funcionários foram obrigados a tirar férias.

Comentários