Indicado pelo técnico Marcelo Chamusca, o meia-atacante Marcinho está regularizado e à disposição para estrear contra o Moto Club
Indicado pelo técnico Marcelo Chamusca, o meia-atacante Marcinho está regularizado e à disposição para estrear contra o Moto ClubVítor Silva/Botafogo
Por O Dia
Rio - Marcelo Chamusca aumentou o leque de opções para a estreia do Botafogo na Copa do Brasil contra o Moto Club, nesta quarta-feira, às 21h30, no Castelão, em São Luís. Regularizados, o zagueiro Gilvan, o volante Matheus Frizzo e o atacante Marcinho estão à disposição. Do trio, Frizzo é quem tem maior chance de iniciar o jogo. Apesar da demora para o anúncio de sua contratação, que aconteceu na tarde desta terça-feira, o reforço já treinava há uma semana em General Severiano.
Cria das divisões de base do São Paulo, Frizzo foi contratado pelo Grêmio como uma aposta. Aos 22 anos, o volante disputou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2020 pelo Vitória e teve o nome aprovado pelo técnico Marcelo Chamusca. Frizzo se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017 com a camisa 10 do clube paulista. No Grêmio, foi recuado e chamou a atenção pela qualidade na transição. Hoje, Zé Welison, Luiz Otavio, Kayque, Caio Alexandre e Pedro Castro são as opções para o setor. 
Publicidade
Destaque na campanha do Atlético-GO no Brasileiro, Gilvan foi indicado pelo técnico Eduardo Barroca e teve a aprovação do sucessor, Chamusca, que avalizou a contratação de Marcinho. Emprestado pelo Goiás, o atacante foi comandando pelo treinador no Cuiabá na temporada passada. 
Com a premiação de R$ 1,15 milhão em jogo pela classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, o Botafogo, com a perda de receita estimada em até R$ 100 milhões, devido à queda para a Série B, prioriza a competição. Após a boa atuação na vitória sobre o Resende, pela Taça Guanabara, Chamusca promete manter o ritmo no Maranhão.
Publicidade
No jogo de domingo, o treinador promoveu a estreia do goleiro Douglas Borges, ex-CRB, do lateral-direito Jonathan, ex-Coritiba, do volante Pedro Castro, ex-Avaí, e do atacante Ronald, ex-Botafogo-SP. Em período de reformulação, Chamusca pode testar mais novidades na procura da nova identidade do Glorioso em 2021.
MOTO CLUB x BOTAFOGO
Publicidade

Local: Castelão
Horário: 21h30
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)

Moto Club: Joanderson, Diego Renan, Wanderson, Alisson e Vinícius Paiva; Recife, Victor Manoel e Cleitinho; Luiz Guilherme, Jerinha e Raí. Técnico: Marcinho Guerreiro

Botafogo: Douglas Borges, Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu, Hugo; Luiz Otávio (Matheus Frizzo), Pedro Castro e Bruno Nazário: Warley (Marcinho), Ronald e Matheus Babi. Técnico: Marcelo Chamusca