Por O Dia
O Vasco mereceu ganhar o Flamengo. Não foi por sorte. Abriu o placar no início do jogo com a bola aérea. Justamente o maior problema do time na temporada foi o grande aliado. Léo Matos marcou após o bom cruzamento de Zeca. Depois, o controle do jogo e da posse de bola foi do Flamengo. Tanto que Lucão foi um dos melhores da partida. Mas o time de Marcelo Cabo foi cirúrgico, e o segundo gol da equipe de São Januário traduz isso. Contra-ataque, bela enfiada de Morato e mais bonito ainda foi o domínio do artilheiro nato para finalizar e marcar seu primeiro gol contra o Rubro-Negro. O time de Ceni, mesmo com o adiamento, não foi bem. Apático no primeiro tempo, viu os dois gols do rival acabarem engessando a tranquilidade que poderia ter para construir o resultado e se desesperou. Perde para o Cruzmaltino após 6 anos de invencibilidade. Não tem jeito: clássico é clássico. Mesmo sendo surpreendente, não foi por capricho do destino. Foi merecimento. E o gol de Morato para fechar o placar mostra isso.
TIME GRANDE É ASSIM
Publicidade
Os torcedores do Botafogo fizeram uma série de protestos após a lamentável eliminação de quarta-feira à noite na segunda fase da Copa do Brasil para o ABC de Natal, uma equipe da quarta divisão do Campeonato Brasileiro. Inadmissível. Alguns jogadores, inclusive, ficaram incomodados com a cobrança. Mas eles têm que entender que time grande é assim mesmo e o torcedor do Alvinegro está cansado de tanta desgraça.
Publicidade
O VASCO TEM LATERAIS
Zeca e Léo Matos parecem ter tomado conta de dois dos maiores problemas do Vasco nos últimos anos: as laterais. Não só pelo gol de um com a assistência do outro, mas principalmente pela noção tática e de organização que eles estão dando a esse time do Gigante da Colina. Contribuição necessária para o equilíbrio de um grupo que vai disputar, de fato, o acesso e o título da Série B.
Publicidade
MORATO É BOLA
Publicidade
Muitos questionaram a camisa 10 para o baixinho Morato, contratação do Vasco na temporada, que veio do Bragantino. Mas, depois desse clássico de ontem, no Maracanã, não tem mais o que falar. Assistência e gol contra o Flamengo e, certamente, uma noite inesquecível para o canhoto, que pode ajudar muito o Gigante da Colina no restante da temporada. Olho nele!
Você pode gostar
Comentários