Lembra dele? Ex-Flamengo, que hoje vende roupas femininas, relembra história com R-10

Defensor jogou no clube carioca em 2011 ao lado do craque

Por O Dia

Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo -

Rio - Gustavo Silva Conceição, conhecido como Gustavo Geladeira, viveu o sonho de em 2011 jogar ao lado de Ronaldinho Gaúcho. Recém-chegado do Boavista, ele acabou dando uma entrada um pouco mais dura no astro que respondeu de forma irônica. A partir disso nasceu uma relação extremamente positiva.

Gustavo em entrevista coletiva - Reprodução

“Uma vez cheguei um pouco mais forte no Ronaldinho em um treino. Ele só olhou para trás e disse: 'Cuidado, negão! Vou começar a deixar o cotovelo' (risos). Todo mundo começou a rir, inclusive eu. Daí pedi desculpas. Ele sempre entendeu porque sempre falava para mim: ‘Aproveita a oportunidade, Gustavo’. Todo mundo se sensibilizou com a minha história porque sabe que é difícil hoje você chegar de um time menor para o Flamengo, foi uma grande conquista. A gente precisa todo dia dar o nosso melhor. Às vezes eu passava um pouco do limite porque queria mostrar, correr e chegar mais forte”, recordou em entrevista à ESPN Brasil.

Galeria de Fotos

Gustavo em entrevista coletiva Reprodução
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo Fred Tanneau/AFP
Ronaldinho Gaúcho Reprodução/ Instagram
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo reprodução do instagram
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo Gilvan de Souza/Divulgação
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo Reprodução
Ronaldinho teve passagem marcante pelo Flamengo banco de imagens
Ronaldinho encerrou a sua carreira Arquivo O Dia

No ano passado, o defensor, de 32 anos, jogou pelo Londrina. Neste ano, ele está retornando ao Boavista para a disputa do Carioca. Antes de se reapresentar ao time carioca, em novembro, o zagueiro investe em uma loja de roupas femininas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

"É um ramo novo. A minha esposa gosta muito e tivemos a ideia de montar um negócio para quando eu parasse de jogar futebol. Veio essa chance de abrir um empreendimento e compramos uma lojinha para a gente. Minha esposa tem se dedicado muito e fazendo alguns cursos, estamos muito felizes. Ela ficará ainda na linha de frente e eu vou continuar minha carreira", disse.