Rio de Janeiro 15/05/2021 - Rogério Ceni do Flamengo durante partida contra a equipe do Fluminense válida palas finais do Carioca 2021. Foto: Luciano Belford/Agencia O Dia
Rio de Janeiro 15/05/2021 - Rogério Ceni do Flamengo durante partida contra a equipe do Fluminense válida palas finais do Carioca 2021. Foto: Luciano Belford/Agencia O DiaLuciano Belford/Agencia O Dia
Por O Dia
Rio - O primeiro duelo entre Flamengo e Fluminense terminou empatado em 1 a 1, pela partida de ida da final do Campeonato Carioca, no Maracanã. Rogério Ceni, treinador rubro-negro, lamentou as chances perdidas pela equipe e ressaltou que o Tricolor teve chance de virar a partida.
Publicidade
"Resultado ruim, porque tivemos as chances de fazer o segundo, o terceiro gol. Criamos situações de um contra um, cara a cara com o goleiro. Infelizmente, como aconteceu em outros jogos, em que tivemos domínio e criamos situações, não conseguimos converter. E no fim o Fluminense consegue fazer seu gol. Ainda oferecemos uma oportunidade para o Fluminense virar. Como jogo em si, sob controle, tivemos a maioria das oportunidades de definir a partida. Infelizmente não definimos", disse o treinador do Flamengo.
Ceni também reclamou da postura agressiva dos jogadores do Fluminense durante a partida.
Publicidade
"Houve duas pancadas violentas que eram passíveis até de cartão vermelho. No resultado do jogo, se ele não puxa o cartão, não tem influência. Eles picotaram jogo, pararam o jogo, bateram pesado algumas vezes. No mais, foi um jogo disputado, onde ele inventou faltas dos dois lados. Muitas jogadas de disputas normais, que a gente vem de um jogo de Libertadores agora que tem 20, 30 faltas, você vem para um jogo com 60, 70 faltas, porque o árbitro tem insegurança, não tem capacidade de interpretar a jogada e conduzir o jogo. Aí ele acaba com o jogo. Não deixa nenhum time pegar ritmo de jogo", criticou Ceni.