Rio, 19/01/2020 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Henrique do Vasco, durante partida contra equipe do Bangu, em jogo válido pela 1ª rodada do Campeonato Carioca de 2020, realizado no Estádio São Januário, Zona Norte do Rio, neste domingo (19). Foto: Clever Felix/Parceiro/Agência O Dia
Rio, 19/01/2020 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Henrique do Vasco, durante partida contra equipe do Bangu, em jogo válido pela 1ª rodada do Campeonato Carioca de 2020, realizado no Estádio São Januário, Zona Norte do Rio, neste domingo (19). Foto: Clever Felix/Parceiro/Agência O DiaClever Felix/Parceiro/Agência O Dia
Por Lance
Rio - O fim de uma era. O lateral-esquerdo Henrique, que tem contrato com o Vasco até agosto, não renovará o contrato. O acordo entre o estafe do atleta e o clube significa que ele se reapresenta nesta segunda-feira, mas deve ficar fora dos treinos e jogos do elenco principal.
 O lateral de 26 anos é o jogador há mais tempo no elenco principal do Vasco. Ele estreou em 2013, e era apontado como técnico e regular na posição. Chegou a defender categorias de base da Seleção Brasileira. Com o tempo, passou a ser alvo de críticas torcidas.
Publicidade
E como ele foi se tornando remanescente de diferentes grupos, virou alvo prioritário em diferentes momentos. Alternou entre a titularidade e o banco de reservas, mas foi figura constante, principalmente a partir de 2017. Tem mais de 160 jogos pelo clube cruz-maltino.

A saída de Henrique é mais um passo na reformulação do elenco do Vasco para a temporada 2021. Um time formado por juniores e atletas de, no máximo, 22 anos, está defendendo a Cruz de Malta nos primeiros jogos do Campeonato Carioca. Os demais se reapresentam nesta segunda-feira.

Com a saída de Henrique e a extensão do prazo para a reapresentação de Neto Borges, o único lateral-esquerdo do elenco é Riquelme, que está se recuperando de lesão. No time que iniciou o Estadual, MT atuou improvisado na função.