Marcelo Cabo assumiu o risco e poupou a maioria dos titulares na derrota para o Madureira
Marcelo Cabo assumiu o risco e poupou a maioria dos titulares na derrota para o MadureiraDaniel Castelo Branco
Por O Dia
De olho na Série B, Marcelo Cabo optou por aproveitar o primeiro jogo da semifinal da Taça Rio, contra o Madureira, para avaliar os reservas e, principalmente, os jovens do elenco do Vasco. Apesar da derrota por 1 a 0 em Conselheiro Galvão e da expulsão ainda no primeiro tempo que atrapalhou os planos, o treinador aprovou o teste, que serve para dar mais experiência a quem está e também para a comissão ter mais base do que pode precisar de contratação para a sequência da temporada.
"A gente só vai avaliar os jovens jogadores colocando para jogar, dando continuidade a essa oportunidade que a Taça Rio me traz. Fiquei muito satisfeito com a entrega dos jogadores, com a entrega tática deles. A gente internamente analisa a possibilidade de chegar pontualmente alguns reforços, mas eu preciso potencializar esses jogadores, eu preciso continuar", afirmou Marcelo Cabo, que conta com os mais jovens nesta temporada e espera que a torcida tenha mais paciência neles.
Publicidade
"Temos jogadores de 18, 17 e 19 anos em campo. Precisamos ter convicção no nosso planejamento e nesses jovens jogadores do Vasco. Peço confiança nos meninos porque hoje eles representaram muito bem o Vasco".
Para o treinador, que perdeu pela primeira vez no comando do Vasco após jogos, o resultado não tira a confiança do grupo, que vinha evoluindo nas últimas atuações.
Publicidade
"Pelo contrário. Uma hora a gente ia perder. Ninguém é invicto eternamente. O que me trouxe foi muita confiança nesses jogadores. Tiveram competitividade o jogo todo e quase empatamos no final", completou o treinador.