Entrega do documento de manifestação de interesse de adesão ao consórcio público da Frente Nacional de Prefeitos
Entrega do documento de manifestação de interesse de adesão ao consórcio público da Frente Nacional de PrefeitosFoto: divulgação
Por Lili Bustilho
BOM JESUS DO ITABAPOANA - A segunda cidade do Noroeste Fluminense a divulgar o interesse de adesão ao consórcio público da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), para a compra pelos municípios da vacina contra a Covid-19 foi Bom Jesus do Itabapoana. Durante uma transmissão ao vivo em sua página do Facebook, o prefeito Paulo Sergio Cyrillo, entregou à secretária municipal de Saúde, Márcia Azevedo, o documento de manifestação dos imunizantes.
Na live, ao lado da secretária de Saúde e do coordenador da Central Covid-19 da pasta, o médico Davyson Gerhardt, o chefe do executivo municipal mostrou ao público um pouco do funcionamento da Central, como a área de triagem, o laboratório, as salas de repouso de pacientes, farmácia e a sala de administração. O prefeito reafirmou que não é verdade as informações que circulam em redes sociais sobre o lockdown na cidade.

"Hoje, a situação do Noroeste do Estado do Rio de Janeiro é de bandeira vermelha, risco alto para Covid-19. Mas, em Bom Jesus, não há aumento demasiado de casos. O que acontece é que a UTI Covid costuma ter 100% de lotação, principalmente com internados de outros municípios", explicou o Dr. Davyson. "Mas não podemos relaxar nas medidas de prevenção, como higienizar as mãos constantemente, usar máscara e evitar aglomerações". Continua após foto.
Publicidade
Funcionamento da Central Covid-19 em Bom Jesus do Itabapoana. - Foto: divulgação
Funcionamento da Central Covid-19 em Bom Jesus do Itabapoana.Foto: divulgação


Paulo Sergio Cyrillo ressaltou a importância do apoio da população na luta contra a propagação do "novo coronavírus". "Quando a Prefeitura faz um decreto de medidas contra a propagação da Covid, não quer dizer que a gente quer atrapalhar o comércio, a gente quer é prevenir que algo pior venha a acontecer. Não é motivo de desespero, mas de preocupação para que cada um faça a sua parte".

A secretária de Saúde destacou que, até meados da semana que vem, serão vacinados os idosos na faixa dos 80 anos. "Quando recebermos mais vacinas, vamos ampliar para 79 a 70 anos, de acordo com a quantidade de doses que forem chegando. Mas precisamos sempre manter o distanciamento social. Se cada um fizer a sua parte, Bom Jesus vai vencer esta guerra", disse Márcia Azevedo. Continua após foto.
Entrega do documento de manifestação de interesse de adesão ao consórcio público da Frente Nacional de Prefeitos - Foto: divulgação
Entrega do documento de manifestação de interesse de adesão ao consórcio público da Frente Nacional de PrefeitosFoto: divulgação
Dados do boletim epidemiológico apontam que desde o início da pandemia até o dia 06 de março, a cidade contabilizava 2.387 infectados pela Covid-19; 21 casos em investigação e 41 pessoas morreram em decorrência de complicações da doença. De acordo com a prefeitura, não há leitos de UTI disponíveis no hospital São Vicente de Paulo (HSVP) - referência do Noroeste Fluminense pela rede SUS no atendimento de infectados que necessitam de tratamento na Unidade de Terapia Intensiva. Bom Jesus do Itabapoana ocupa dois leitos e os outros municípios da Região ocupam as demais vagas. Já na enfermaria, o hospital está com seis vagas ocupadas por bonjesuenses e mais quatro vítimas do novo coronavírus da Região, tendo 30 leitos disponíveis para o Sistema Único de Saúde.
Publicidade